Aspirando tornar-me um profissional de gestão de pessoas organizacional busquei ao longo do tempo o contato com ferramentas e processos relacionados à gestão nas organizações assim, em 2002 fiz uma especialização em Reengenharia e Recursos Humanos e logo, em 2004, concluí Administração de Empresas, antes, em 1989, realizei um curso de licenciatura que me habilitou para atuar como professor de disciplinas técnicas nas chamadas escolas técnicas federais.

Assim, já tendo avançado intelectualmente e realizado os cursos que me proporcionaram uma boa performance nas áreas de gestão, ocorreu-me então a possibilidade de me tornar melhor não só como cidadão mas como profissional, partindo ai para um trabalho de verificação e descoberta, resolvi iniciar a partir do que me havia despertado aquele texto de 2006 sobre coach.

Iniciei, então, um trabalho de pesquisa que envolveu o conteúdo de livros, revistas, textos, assim como entrevistas com pessoas que já haviam realizado esse trabalho ou que já tinham essa formação. “Foram nove longos anos de desafios, alguns momentos adversos, mas superados pela expectativa e convicção de que tratava-se de uma descoberta, objeto de constante pesquisa. Mostrando ao longo do seu desenrolar que os conhecimentos e as habilidades já adquiridas, poderiam melhorar”. Parti, então já, em 2012, para uma espécie de aprofundamento do que havia estudado, deparei-me com a questão do investimento, naquele momento inviável, ante algumas situação que determinavam prioridades.

No inicio de 2014, com o resultado dos estudos e pesquisas, descobri, por exemplo, que Coach não se trata apenas de profissão mas de algo capaz de transformar as pessoas a partir da utilização de ferramentas e recursos técnicos, reforçando assim, a convicção do que se buscava.

Agora em 2015, após toda essa trajetória, consegui avaliar o resultado altamente positivo do Coaching, com aspectos na forma de se relacionar, de ver os fatos e situações no cotidiano das pessoas isso sem ter passado por um processo mais direto, apenas com a leitura de livros e textos e vendo vídeos, etc.

Por fim, já tendo passado ou me envolvido num primeiro momento, os ensinamentos do coaching já me possibilitou algumas conclusões: criamos a visão de que o coaching é um processo de transformação em pessoas com foco no alcance de metas; que é um processo altamente eficaz, fonte de motivação, apoio emocional e confiabilidade, etc. Que características de competências resultam numa capacidade de comunicação, de respeito à diversidade; torna pessoas adaptáveis a mudanças; capacita para posicionamentos com atitude. E finalmente conclui-se que o coaching através dos seus processos e ferramentas exerce um papel fundamental no desenvolvimento do ser humano como um todo.



Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade do autor identificado abaixo.

  0   0

José Alvaro Costa

Life Coach

Formação Técnica: Técnico em Edificações, Escola Técnica Federal - MA/1972; Formação Superior: Administração, UNITINS - Universidade Tocantins/2012; Especialização: Reengenharia e Recursos Humanos, Universidade Cândido Mendes - RJ/2006; Licenciado em disciplinas profissionalizantes - UFMA/1978; Profissional Coach Certification - SLAC/2015.