A liderança é um fator fundamental a ser trabalhado para garantir um excelente desenvolvimento da equipe, bons relacionamentos e resultados.

Antes de citar alguns pontos, uma comunicação eficaz e a presença são fatores chaves para qualquer tipo de líder, os líderes que manifestam sua presença são aqueles se esforçam muito para se certificarem de que ouve a todos. Adquirem o hábito de andar pelos corredores e se engajar em conversas sobre o que esta acontecendo no ambiente de trabalho. Os melhores líderes habitualmente visitam seus funcionários nos seus locais de trabalho com uma postura colaborativa, mesmo que tenham de cruzar um país.

A presença, como a palavra implica, é uma manifestação física. Quanto mais o líder for visto e ouvido, mais oportunidade os funcionários terão de compreender seus papeis.

Algumas características de um bom líder podem e devem ser trabalhada ao longo de sua jornada, dentre elas:

Aparência ? sua imagem exterior. Os lideres precisam se apresentar de uma forma adequada, se vestir elegantemente, mas sem extravagância. Uma regra prática é se vestir um grau de formalidade a cima daqueles que supervisiona.

Autoridade ? com exercer o poder. Junto com o título vem a autoridade. Líderes recém-nomeados evitam exercer seu poder por temerem perturbar o status quo ou desagradar. Essa postura enfraquece a autoridade, e as pessoas podem se aproveitar.

Compaixão ? como você demonstra preocupação. Os lideres não precisam e não devem tentar ser o melhor amigo dos funcionários. É importante demonstrar preocupação pelas pessoas. Elas querem saber se seus gestores o apoiarão, especialmente em situações difíceis. Adote a atitude de que os funcionários são colaboradores valiosos. (Chefes não se intrometem nas vidas pessoais dos funcionários; só fazem perguntas se for dada abertura.)

Comportamento ? como você conduz. O líder se comporta, tem senso de atitudes dignas e seriedade de propósitos. Compostura é fundamental no comportamento. Os líderes que desmoronam quando os problemas surgem demonstram aos subordinados que não sabem conduzira equipe durante uma crise. Se o líder não se controla, as coisas devem estar realmente mal. Não há problema em demonstrar emoção, até mesmo irritação, mas você precisa estar sempre no controle.

Humildade ? como você vê suas limitações. Os líderes cometem erros, afinal são humanos. Bons lideres se cercam de pessoas que compensam as fraquezas, o que também demonstra humildade, por que é um reconhecimento que não pode e não deve fazer tudo sozinho.

Paixão ? como você expressa o que sente. O entusiasmo alimenta a paixão. A pessoa encarregada de um trabalho deve ser preocupar com ele e suas consequências. A paixão esta enraizada nas crenças pessoais. Nos líderes ela emana do desejo de fazer a diferença de forma positiva.

Otimismo ? como você encara a vida. As pessoas tendem a seguir alguém que veja o lado positivo, não o negativo, Otimismo não é o mesmo que ?conversa trivial?, do tipo ?tudo ficará bem?, que alguns gestores tendem a balbuciar por hábito. Não, líderes otimistas encaram a adversidade com discernimento, deixam clara a situação real, mas, ao se depararem cim um problema, se recusam a sucumbir em pensamentos negativos. Podem não ter sucesso sempre mas mantêm uma percepção positiva da vida.

Provavelmente você poderá pensar em outros atributos e comportamentos que o líder usa para confirmar sua presença e manifesta-la para o bem da equipe. Essas atitudes mostrarão como o líder é e como satisfaz às necessidades da empresa. Um líder que reflita sobre esses aspectos e se esforce para coloca-las em prática é alguém que se conhece. O autoconhecimento é a base da presença de liderança.

Um conselho inteligente: a presença de liderança é uma tarefa para a vida. Para aperfeiçoá-la escolha um ou dois aspectos de cada vez e se concentre neles. Por exemplo, falar e escutar são atividades que se completam; comece a ter consciência de seus comportamentos e conseguirá melhorar sua liderança.