Ética no trabalho

É senso comum que a palavra ética remete a algo positivo, correto – na sua origem grega significa “propriedade de caráter”. Mas você já refletiu mais a fundo sobre a importância da ética no cotidiano profissional? No trabalho, assim como na sociedade, a ética é o conjunto de atitudes e valores morais que formam a consciência do indivíduo ou grupo.

Para um profissional ser considerado ético, ele precisa proceder dentro das normas estabelecidas pela empresa, não prejudicando o próximo, e cumprindo suas atividades de forma a criar um ambiente de confiança. Responsabilidade e honestidade são dois princípios-chave da ética profissional, independente da área de atuação.

E por que a ética no trabalho é tão importante?

Para a criação e manutenção de um espaço de produtividade saudável, em que impera a harmonia e a credibilidade, a ética é o pilar que norteia as relações interpessoais. Para o profissional, ter um comportamento ético cria uma associação muito positiva para sua identidade. Isso o faz ser reconhecido por essa importante qualidade. Além disso, as atitudes inadequadas podem afetar – e muito – o desempenho e a reputação de uma pessoa, de uma equipe e até de uma empresa.

O ideal é que as empresas tenham um Código de Ética formalizado, justamente para nortear os que convivem nela diariamente, que aborde a cultura da corporação e os valores prioritários. Quando essa orientação não existe, é importante consultar o código da profissão e usar o bom senso para separar as atitudes íntegras das que possam ferir princípios e sejam, portanto, antiéticas.


A ética está diretamente conectada aos princípios que disciplinam e orientam o comportamento humano

Como ser ético?

Buscar aprimoramento moral é sempre um desafio, principalmente quando estamos cercados no meio corporativo por pessoas com visões, preferências e comportamentos tão distintos. De modo geral, para alcançar uma postura ética, fazendo bem para si e para o grupo, é necessário:

  • Ser honesto
  • Não prometer algo que você não possa cumprir
  • Ser humilde e aberto a receber críticas e sugestões
  • Ser tolerante e flexível
  • Não falar pelas costas, e sim conversar com a pessoa a que se refere
  • Respeitar a privacidade dos colegas de trabalho, não invadindo o espaço, mexendo em mesas alheias e informações que não te competem
  • Se afastar das fofocas e maldizeres
  • Dar crédito a quem merece, não aceitando elogios e recompensas pelo mérito alheio
  • Em tomadas de decisão, optar por aquela que vai ao encontro de bons valores e não irá prejudicar outras pessoas
  • Reconhecer erros
  • Tratar com respeito chefes e subordinados, tentando superar antipatias pessoais

Como o Coaching pode ajudar nesse processo

Dentre as competências de um processo de coaching estão o crescimento pessoal do coachee (o cliente) a partir da descoberta de valores, do treinamento de aptidões e da capacidade de se relacionar. Por meio de sessões individuais, pessoalmente ou por telefone, o coach (profissional capacitado pela SLACC Coaching) auxilia na definição de metas e realiza um acompanhamento que objetiva promover uma transformação nas necessidades do coachee.

E para ajudar uma pessoa a desenvolver um comportamento mais ético no trabalho – potencialidade que certamente irá colaborar inclusive na resolução de outras questões – será que o próprio coach se prepara em termos éticos? Sim, todo o seu trabalho é norteado pelo Código de Ética para o Profissional de Coaching da SLACC Coaching.

Por serem fatores imprescindíveis à promoção do desenvolvimento humano em diversas áreas, como Qualidade de Vida, Carreira, Negócios, Relacionamentos e Liderança, eles serviram de base para a elaboração do código da SLACC Coaching, levando em conta as Afirmações Universais de Direitos Humanos, que conceituam a proteção do ser humano no contexto das relações entre indivíduo e a sociedade.

Dentre os dez artigos que orientam os profissionais formados na SLACC Coaching, destacam-se três premissas:

Com o Código de Ética, o coach visa assumir a postura ética e responsável, com respeito e confidencialidade, não prometendo resultados que não possa garantir.

A citação básica deste Código de Ética é a necessidade em caracterizar o profissional de Coaching diante das diretrizes de direitos e deveres estabelecidas e regulamentadas pela SLACC Coaching - Sociedade Latino Americana de Coaching. Tal documento visa assegurar por definição: qualidade, moral, competência e atualização dos profissionais nele incluídos.

Além da ordem internacional, o Código de Ética deverá ser pautado por valores que lhe atribuem o sentido esperado. Princípios como respeito, sigilo, honestidade, ética e dignidade. Em particular, o valor da identidade profissional no campo do desenvolvimento humano.



Compartilhe

Contato

Telefone e E-mail

+55 (11) 3670-1770
info@slacoaching.org

A Elite do coaching na palma da sua mão

Baixe nosso aplicativo nas plataformas IOS e ANDROID

Redes Sociais

Acompanhe a SLAC em nossos canais e fique por dentro das novidades.

Te Ligamos