Lições do ‘Pesadelos da Cozinha’

O chef de cozinha Gordon Ramsay comanda alguns programas na TV a cabo. Em um deles, o Kitchen Nightmares (Pesadelos da Cozinha), ele visita restaurantes que estão em dificuldade para "colocar ordem na casa". Virei fã e passei a observar que há semelhanças entre os erros que afundam as empresas. Separei sete lições que servem para todas as áreas.

1. Quantidade de comida: Um restaurante tinha uma dívida enorme e não sabia o motivo. Ramsay observou que TODOS os clientes levavam comida que sobrava. O local servia, portanto, o dobro do que precisava e o lucro estava na porção extra. Sem contar as embalagens.

2. Qualidade da comida: Um lugar "especializado" em batatas servia batata recheada. Só que, na verdade, o recheio era sem graça e estava dentro só de uma casca, que ainda por cima era congelada. O mínimo que se exige é um prato produzido com alimentos frescos e com paixão.

3. Estoque / Conservação: Quando o restaurante parecia estar em situação caótica, Ramsay dava um pulo até o local onde se conservava os alimentos. E aí outra explicação para as dívidas: havia alimentos estragados, alguns deles pré-cozidos e até temperados, que estavam ali há meses. Ou seja: milhares de dólares pelo ralo. Faltava gestão de estoque/compras.

4. Cardápio: Ramsay comprova na prática o que já se discute há muito tempo: menos é mais. Dificilmente ele não faz um corte drástico no número de itens do cardápio. Assim, é possível ter um foco ainda maior na qualidade, além de tornar mais fácil a gestão de estoque/compras.

5. Arrogância: Todos nós temos que lidar com pessoas difíceis. É como falar com a parede. A espera pela resposta do indivíduo vai durar uma vida. Só que o que o "complicadinho" não percebe é que esta arrogância pode destruir a empresa. Há casos de empresários que se recusam a ouvir clientes, colaboradores e família. Portanto, perdem informações valiosas.

6. Cuidado com a mistura: Quando o comando é de um casal e este relacionamento está com problemas, geralmente a empresa sofre. Ramsay já salvou restaurantes ao resolver situações em casamentos e namoros. É preciso evitar que problemas pessoais atinjam o trabalho.

7. Paixão: Se eu tivesse que chutar a palavra mais utilizada por Ramsay, esta seria paixão. Ele já salvou inúmeros restaurantes ao reacender a paixão do proprietário pelo negócio. Atenção: zumbis não conseguem fazer gestão. Se, em vez de estar realmente acordado, você está apenas com os olhos abertos, preocupe-se.

E então? As dificuldades das empresas são mesmo culpa da política ou de uma crise econômica qualquer? Participe do debate! Escreva para contato@khaledsalama.com.br.

Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade do autor do post identificado abaixo.



Autor: KHALED SALAMA
Khaled Salama é jornalista, executivo, palestrante e coach. Escreve semanalmente sobre mundo corporativo para diversos veículos de comunicação. As palestras são nas áreas de atendimento ao cliente, trabalho em equipe, liderança e motivação. Para a trajetória completa e mais informações, acesse o site: www.khaledsalama.com.br.

Compartilhe

Contato

Telefone e E-mail

+55 (11) 3670-1770
info@slacoaching.org

A Elite do coaching na palma da sua mão

Baixe nosso aplicativo nas plataformas IOS e ANDROID

Redes Sociais

Acompanhe a SLAC em nossos canais e fique por dentro das novidades.

Te Ligamos