Obesidade: 51% da população brasileira está acima do peso, desses 51%, mais de 15% é considerada obesa. A Organização Mundial de Saúde aponta a obesidade como um dos problemas de saúde pública no mundo. A projeção é que, em 2025, cerca de 2,3 bilhões de adultos estejam com sobrepeso. 
Dentre alguns fatores que determinam:
Obesidade Genética: Atinge apenas de de 2% a 4% da população, ou talvez até menos que isso.
Este tipo de obesidade deve ser tratados por médicos, especialistas em endocrinologia, algumas vezes desde criança a pessoa apresenta distúrbios no seu metabolismo que são provenientes a sua carga genética.
Obesidade Nutricional: Este tipo de obesidade se deve a ingestão de alimentos sem valor nutricional adequado. Que podem iniciar na infância, muitas vezes os pais não tem uma boa alimentação.
Obesidade Comportamental: Este tipo de obesidade deve-se a um estilo de vida sedentário, hábitos inadequados na maneira de alimentar-se, como: comer em pé, ou rápido, andando, por causa da pouca disponibilidade de tempo.
Obesidade Psicológica: Nesta as pessoas que estão passando por uma situação de ansiedade, conflito emocional, estresse, solidão, tem na comida uma válvula de escape.
A realidade é bastante cruel, cerca de 51% da população brasileira, está acima do peso e daqui a 10 anos, 2 em cada 3 brasileiros, estarão com sobrepeso, nós temos uma industria milionária do emagrecimento, hoje em dia, a cada momento surge uma dieta nova, um programa diferente para fazer exercícios físicos, as pessoas acreditam que a solução para baixar os quilos indesejados, está fora dela, está em um aparelho, remédio ou dieta da moda, muitas vezes as pessoas compram esteira ou ergométrica, que no final acaba sendo utilizada como cabide, o que a pessoa precisa para emagrecer, já está dentro dela, na cabeça, então por mais que hoje tenhamos uma variedade de produtos e serviços no mercado, a gente pode perceber que esses produtos ou serviços, não são tão eficazes, pois para ter a sua real eficácia precisamos entender como funciona o emagrecimento, na cabeça. 
As pessoas que sofrem com o excesso de peso, geralmente é por conta da fome emocional, usam a comida como um objeto para preencher algo que desconhecem, tem no prazer imediato que a comida proporciona um valor, a comida não é só comida, não é alimento é algo utilizado para manter um equilíbrio emocional, um remédio com efeitos colaterais danosos.
Costumamos nos preocupar em combater as drogas, o álcool, mas a comida em excesso, também mata.
Muitas vezes queremos ter uma boa qualidade de vida, mas por ficarmos perdidos no meio caminho, achamos tudo muito difícil.
Dentro do processo de coaching é possível realizar este objetivo, seja de perder peso ou conquistar sua boa forma, e quando surgirem barreiras e impedimentos, o processo é capaz de eliminar barreiras e impedimentos, fazendo com que você faça este caminho em uma estrada segura e  de maneira eficaz. O amanhã é criado no hoje, qual será seu amanhã?