Transforme o tédio em motivação! Fadiga, cansaço, falta de interesse em atividades que antes gostávamos e desânimo... Ao descrever os sintomas, parece que eu me refiro à depressão, certo? Errado! Falo na verdade, sobre um "vilão" considerado um dos maiores causadores das travas de nossas vidas, nos mais diversos aspectos: o tédio!

Você já deve ter se sentido entediado, em algum momento. E o desânimo é tão extenuante que muitas pessoas chegam a confundir com a depressão. Porém, o primeiro surge quando a rotina já tomou conta da vida dando-nos a impressão de que todos os dias são iguais.

A rotina é importante no cotidiano das pessoas, mas atividades repetitivas fazem com que o abatimento e a desmotivação tomem conta de sua vida. Sutilmente, alguns sintomas depressivos passam a ser recorrentes.

O pesquisador americano, Dr. Joshep E. Barmak, publicou nos Archives of Psycology, um estudo sobre tédio que pode nos ajudar a encontrar a prevenção contra ele. Através de testes aplicados em alguns estudantes, fez com que os mesmos realizassem atividades que não despertavam o interesse deles. Logo em seguida, os jovens fizeram exames de metabolismo.

Foi constatado que a pressão do sangue e o consumo de oxigênio diminuem consideravelmente quando a pessoa se aborrece, causando fadiga e desânimo. O teste, também mostrou que quando a pessoa se empolga com uma atividade, o contrário acontece. Transformando a motivação, em realizar a ação, em atividade efetivada. Realizando, cada vez mais ações benéficas, como por exemplo: um executivo, ao desejar alcançar novos desafios profissionais, realiza uma viagem, para ingressar em um curso diferenciado em sua área. As consequências, desta ação, será o alcance das expectativas idealizadas. Motivando, com isso, novas ações futuras de sucesso.

Então, se o tédio te deixa cansado e aborrecido, a prevenção é a motivação! É preciso transformá-lo em novos desafios e é aí que tudo se transforma. Por exemplo, você pode tentar se exercitar mais, ler um livro com um tema distinto dos que você está habituado ou explorar novos conhecimentos em sua área de atuação. Já pensou em fazer um curso de dança ou de idiomas? Que tal conhecer um lugar novo, diferente dos que costuma ir?



Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade da autora identificada abaixo.