Podemos comparar a vida com uma escalada ao Everest: quanto mais alta a montanha, maiores os cuidados e mais detalhes precisam ser preparados. Quanto mais subimos, mais árduo se tornará o caminho, porém o importante é perseguir sua meta – chegar ao topo.

À medida que subimos, as paisagens se desdobram à vista, mostrando-nos o verde intenso das árvores e as rochas pontiagudas desafiando o céu. É dali, do alto, que percebemos que os nossos problemas, aqueles que já foram superados, são do tamanho daquelas casinhas.

Pode acontecer que um pequeno descuido nos faça perder o equilíbrio e cairmos, é aí que precisamos de um coach para nos auxiliar. Podemos estar machucados, feridos ao ponto de não conseguir, por nós mesmos, sair do lugar. O coach vem e nos auxilia a recomeçar a nossa descoberta.

Por vezes, o ar parece tão rarefeito que sentimos dificuldade para respirar. O que nos salva é o equipamento certo para este momento: as ferramentas do processo de coaching.
Transforme sonhos em realidade

Para a escalada da montanha da vida é preciso aprender a subir e descer, cair e levantar, mas voltar sempre com a mesma coragem. Não desistir de uma nova felicidade, uma nova caminhada ou uma nova paisagem, até chegar ao topo da montanha.

Dica: Nunca suba uma montanha sozinho, seja a montanha real ou a da vida!



Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade do autor identificado abaixo.