Sulivan França comenta sobre apatia no emprego ao site Empregos.com.br

Marasmo nas organizações

Saiba o que fazer para combater esse mal que pode atingir os funcionários e prejudicar o rendimento corporativo. Falta de motivação e de interesse geral para atingir resultados. Comunicação truncada, absenteísmo alto, queda vertiginosa na produtividade.

Os colaboradores permanecem indiferentes diante do péssimo clima instaurado na organização e os clientes começam a sentir os efeitos disso? Provavelmente, sua empresa encontra-se em um quadro de apatia.

“É o mesmo que diagnosticar um ser humano doente. Ele está sempre cabisbaixo, fala de uma forma negativa. Se o mal não for tratado a tempo, ou seja, se não for encontrada uma solução para o caso, o quadro vai evoluir. A apatia é como um câncer e pode destruir uma empresa”, explica Alexandre Bortoletto, instrutor da SBPNL (Sociedade Brasileira de Programação Neurolinguística).

São várias as causas da apatia nas organizações. Geralmente, a razão para a falta de interesse no trabalho é interna, isto é, está dentro do colaborador. Muitas vezes, a apatia é desencadeada pelo líder, que não tem estrutura organizacional para gerir pessoas ou sabe pouco sobre si mesmo. Em outros casos, ela decorre de falhas na comunicação entre diretores, gestores e demais colaboradores ou da dificuldade em se relacionar com o outro.

“Os efeitos da apatia se refletem no cliente. Cliente insatisfeito, comunicação truncada, informações que não são passadas adiante. Um exemplo claro, é quando um funcionário está ausente e nenhum outro colaborador sabe o que ele fez. Não existe informação compartilhada. Mas para a equipe estar em sintonia a comunicação precisa fluir”, aponta o coach Sulivan França, presidente da Sociedade Latino Americana de Coaching.

Para a consultora Tânia Zarpelão, do IDORT São Paulo, o distanciamento dos líderes dos demais colaboradores pode ser um dos principais motivos de apatia corporativa. “Em diversos casos, há muita cobrança de resultados para o cumprimento de metas, mas não existe uma preocupação real com o desenvolvimento dos funcionários. Por isso, muitas vezes um colaborador não consegue aplicar em sua organização o conhecimento adquirido em um treinamento”, afirma a consultora.

É Hora de Reagir!

Antes de dirimir ou eliminar de vez a apatia nas empresas é preciso descobrir a causa real dessa “doença”. Para diagnosticar o problema, o ideal é ouvir a organização com a implantação de uma Pesquisa de Clima Organizacional.

O próximo passo é aplicar o treinamento certo, para as pessoas certas. “O treinamento só vai gerar o resultado esperado se antes for diagnosticada a causa da apatia. Para que seja utilizada a ferramenta correta é necessário fazer um levantamento anterior”, diz Tânia. Aos líderes, cabe o constante treinamento e integração com a equipe. Se as situações rotineiras exigem das lideranças autoconhecimento, controle emocional, empatia, poder de convencimento e valores alinhados aos objetivos da organização, em casos de apatia corporativa elas vão precisar de tudo isso em dose dupla.

Fonte: Empregos.com

+1
share

Comente

SLAC Coaching na Internet   /   veja mais

Contato / Te ligamos

De segunda a sexta
9:00 - 18:00

+55 (11) 3670-1770

info@slacoaching.org

Av. Francisco Matarazzo
1400 - SP

Sociedade Latino Americana de Coaching

+55 (11) 3670-1770
info@slacoaching.org

São Paulo - Brasil
Centro de Treinamento
Av. Francisco Matarazzo, 1.350
Água Branca - Cep: 05001-100
São Paulo - Brasil
Sede Administrativa
Av. Francisco Matarazzo, 1.400
Água Branca - Cep: 05001-100
CNPJ: 15.229.739/0001-47
Santiago - Chile
Oficina
Suecia 42, Oficina 02
Teléfono: +56 2 2632 5042
Lima - Peru
Oficina
Plaza Ricardo Palma 107 - San Borja
Teléfono: +51 980 037 494
Cartagena - Colômbia
Oficina
Cr 3 6A Esq. Ed. Jasban 407 - B/Grande
Teléfono: +57 5 655 03 01

Conteúdo Registrado ®
Todos os Direitos Reservados
Cópia Proibida.