Você é feliz?

Essa é uma pergunta simples para um olhar leigo quando se fala em Coaching, porém a resposta não é tão simples assim. Ser feliz depende de vários aspectos, que não são mensuráveis por um aparelho, ou calculados por uma fórmula. Cada indivíduo tem o seu próprio balizador para referenciar a felicidade, e os valores individuais são os balizadores da felicidade. 

O que são valores? Uma convicção ou atitude que será seu guia pela vida, ou em determinado momento dela.

A pergunta “você é feliz” acontece no começo do filme Poder Além da Vida (2006), e nesse momento o protagonista Dan Millman sente o impacto de uma pergunta poderosa que vem confrontar o momento que estava vivendo. 

Esse questionamento leva o garoto a mudar sua perspectiva, e logo na sequência Sócrates faz outra pergunta que acaba de colocar um ponto de interrogação enorme na testa de Millman: “Se você não alcançar o Estado Desejado, entrar para equipe olímpica de ginástica, o que vai fazer? ”. Essa questão traz Millman para a realidade, levantado uma possibilidade que ele não pensava e não tinha plano para ela. 

O Coaching faz perguntas para que o Coachee tenha pleno conhecimento de todas as possibilidades que as suas atitudes podem proporcionar, fazendo com que o cliente veja a realidade baseando-se em fato e evidências, minimizando os obstáculos que surgiram entre o Estado Atual (situação que se encontra hoje) e o Estado Desejado (sua meta, como vai estar quando alcançar o que deseja). 

Dentro de um processo de Coaching, o cliente deve identificar esses obstáculos e encontrar soluções cabíveis para ultrapassá-los, e cabe ao Coach utilizar perguntas para apoiar o Coachee encontrar a solução.

O Coach não pode dar a solução, nem opinar ou aconselhar, ou se quer induzir!

Momento Coaching - pare e responda:
Você é feliz? / O que significa felicidade para você? / Alcançando a sua meta, você terá felicidade? / Você se conhece?

Assistindo mais alguns minutos do filme, Sócrates provoca Millman com mais uma pergunta que cabe na metodologia Coaching, e levanta uma reflexão ao falar: “Todos dizem o que você deve fazer e o que faz bem, ninguém quer que você encontre suas próprias respostas, querem que acredite nas deles”. 

Nesse ponto, Millman rebate: “Quer que eu acredite nas suas? ”, e Sócrates finaliza: “Não, quero que você encontre as respostas dentro de você”. Nesse momento podemos identificar a metodologia Coaching, que estimula o Coachee encontrar em seus recursos internos as respostas necessárias para alcançar os resultados que tanto deseja. 

O Coaching pode ser dividido em três vertentes, o Life (de vida) o Executive (empresarial) e o de Carreira. Esse trecho do filme se encaixa no Life Coaching, onde o cliente vai explorar e encontrar dentro de si uma gama de recursos que estão ocultos, logicamente que isso é possível pelo processo de autodescoberta. 

Sendo assim, pergunto: Quanto tempo do seu dia você desprende para sentir, ouvir e ver o que está acontecendo com você? Será que está tão distraído com o que está acontecendo à sua volta que não encontra tempo para si mesmo?

Agora você terá que assistir ao filme para encontrar mais momentos que te proporcionará reflexão e descobertas.



Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade do autor identificado abaixo.