“Adie por um dia, e dez dias passarão.” Provérbio

Todas as pessoas já se depararam com aqueles momentos de procrastinação. Às vezes parece até que é algo natural e, na verdade, de acordo com atuais estudos comportamentais, é mesmo. Publicado em 2014, um estudo provou que o ato de procrastinar está no DNA humano e foi aprimorado por milhões de anos. 

Para o homem primitivo, fazer planos de longo prazo não era tão importante quanto saciar as necessidades básicas e instantâneas de sobrevivência. Ele precisava caçar e coletar apenas, e não planejar sua aposentadoria. Foi assim que o humano desenvolveu o instinto de reagir a estímulos imediatos mudando o foco de sua atenção. 

Perde-se a concentração na atividade atual para se preocupar com uma perturbação momentânea. O urgente supera o importante. E é exatamente aí que começam as autossabotagens, deslizes, preguiça e enfim, a zona de conforto mais uma vez vence.

Existe uma frase que diz que procrastinação é saber para onde quer ir, o que e quando deve ser feito, mas a pessoa se alonga demais nas despedidas. A procrastinação tem efeito acumulativo, por mais que uma atividade é cumprida, aparecem três novas outras para tomar o lugar daquela importante, e cria-se desculpas para justificar o porquê de um projeto ou uma tarefa não poder ser finalizada.

Essas desculpas normalmente apoiadas em crenças limitantes, hábitos destrutivos e técnicas aprimoradas de auto boicotes tornaram-se apuradas e eficientes pela repetição.Tanto os bons quanto os maus hábitos foram formados através da repetição. Em algum momento da vida, a pessoa desenvolveu o hábito de procrastinação, pois lhe deu, em curto prazo, a recompensa da “sensação boa” de viver no momento.

O que provavelmente não aconteceu, foi aprender a vivenciar esses sentimentos "preguiçosos" e agir apesar deles. E a verdade é, que a procrastinação nada tem a ver com momento presente, mas sim com a impulsividade de viver o prazer imediato. E é por isso que esses estudos sobre o tema têm potencial para ajudar a superar essas tendências enraizadas de se distrair e esquecer do trabalho, funções, metas e sonhos. Afinal já que esse comportamento não pode ser eliminado, ele deve ser reduzido ao máximo.

É possível transformar esse cenário, e para te auxiliar veja 10 possíveis alternativas:  

1 - Divida grandes e complicadas tarefas em pequenos planos de ação: É preciso priorizar e organizar suas ações. Ninguém consegue construir uma casa de uma só vez, organize em miúdos. Faça a planta, compre os materiais, contrate a equipe e assim por diante. Pequenos planos de ação, realizam gigantes metas;

2 - Crie um ambiente onde você só pode fazer o que deve ser feito: É preciso um ambiente que atenda suas necessidades para as atividades que precisam ser resolvidas. Um escritório, um parque, um quarto de portas fechadas. É você quem dita e sabe o que é realmente produtivo e quais são as suas demandas. Confie na sua experiência;

3 - Descubra suas fraquezas e distrações: Lançou seu jogo favorito naquele horário de estudar para a prova, os grupos do WhatsApp não param ou suas notificações de redes sociais estão apitando. Esses são exemplos clássicos de distrações que tiram completamente seu foco e quando você percebe, tomou horas do seu dia. Se necessário, desligue a internet, celular e demais aplicativos. Concentre-se no que realmente importa e não deixe que nada atrapalhe seu momento de foco total. A fome também pode ser uma grade distração, então garanta no seu cronograma horários para as alimentações;

4 – Mantenha o foco na criação de novos hábitos: Não se cobre e não se coloque em posição de comparação com outras pessoas. Não se pressione por disciplina, entenda que sua necessidade é adquirir novos hábitos, e foque nisso. Um de cada vez, seguindo o seu ritmo. Hábitos são construídos, você é capaz;

5 - Crie calendários, deadline e cumpra: Se suas metas não possuem datas, sua tendência procrastinadora irá tomar todo o seu plano mental. Organize seu calendário, crie prazos, pequenas demandas, simule resultados e possibilidades. Estabeleça horários para começar e finalizar determinada atividade (ou limite até que parte será possível). Descubra ferramentas que possam apoiá-lo, a exemplo de agendas virtuais e tradicionais, post-its, aplicativos, despertadores, avisos. Você é o único especialista na sua vida, aproveite essa vantagem;

6 - Conecte o futuro e o agora: O futuro é abstrato, impessoal e não é garantido. Já o agora apresenta exatamente o que você está vendo e sentindo naquele instante, gerando assim apenas a busca da gratificação imediata, ignorando as reais consequências. O foco está em objetivos mais imediatos (prazeres), quando deveria estar nos mais distantes (escolhas saudáveis). Por isso é preciso traçar metas e planos de ação que tragam o futuro mais próximo do presente, para poder lutar entre prazer, dor e realização;

7 - Não confie no seu “eu” futuro: Lembre-se que o seu “eu” de amanhã, não está só predisposto a fazer melhor, ele também está sujeito a cometer os mesmos erros. Por isso não confie nesse seu “super produtivo eu”, sem que nenhuma mudança comportamental aconteça. É preciso ser realista e usar de muito autoconhecimento, porque o seu “eu futuro” não é, de repente, mais capaz do que seu “eu agora”, ele pode se perder nas mesmas armadilhas que você;

8 - Coloque um significado para sua tarefa (mesmo o que considere chato para aquele momento): Pouco é construído sem vontade, sem interesse e sem que algo esteja relacionado de alguma maneira com seus valores. Traga um significado para a sua tarefa, e se ela em si não lhe traz esse valor, se apegue ao que ela trará de resultados para sua vida;
Transforme sonhos em realidade

9 - Pare, reflita seus medos e enfrente-os: Se não quer desligar o celular por medo de ficar por fora de algum compromisso, ou não quer se aprimorar e se permitir uma novidade, por medo do desconhecido, reflita a importância que isso trará e livre-se dessas amarras;

10 - Aproveite o tempo que não estava no planejamento: Utilize-o para remanejar e trazer mais produtividade para o seu dia. 

Lembre-se que todo dia você tem a chance de fazer diferente. Procure o Life Coaching e dê poder aos seus sonhos.



Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade do autor identificado abaixo.