Podemos ter mais de um? Lógico. Mas provavelmente, algum se destacará no seu comportamento com mais força.

Dezenas de estudiosos publicaram teorias, as mais diversas, citando as múltiplas inteligências ou talentos humanos. Segundo o escritor Geoff Colvin “talento é uma aptidão natural para fazer alguma coisa melhor do que a maioria das pessoas e de maneira consistente”.

Direcionarei, portanto, para os talentos que mais tem a ver com o mercado de trabalho, mostrando como cada pessoa pode usar o que tem de mais forte a seu favor e em quais profissões essa habilidade é melhor aproveitada.

A lista abaixo possui 10 exemplos de talentos que, ao meu ver, são os mais relevantes no mercado de trabalho:

- Talento artístico-corporal: é a facilidade de se expressar através do corpo e de ter controle sobre seus movimentos. Pode se manifestar na dança, no canto, no teatro, no artesanato. É a sensibilidade artística, o dom de perceber sons, ritmos, notas musicais, formas. De manipular instrumentos e se expressar através disso.

Exemplo de profissões: músico, pintor, ator, dançarino, malabarista.

- Talento esportivo: é a habilidade fisiológica e mecânica de direcionar a energia para atividades que usem a força, a atividade física, a superação de limites do seu próprio corpo.

Exemplo de profissões: fisiculturista, nadador profissional, competidores de triátlon.

- Talento interpessoal: são pessoas extremamente ativas e persuasivas, são os líderes natos, aqueles que chamam a responsabilidade para si e tornam-se admirados naturalmente pela sua capacidade de chamar atenção e conduzir as situações.

Exemplo de profissões: gerente de grandes empresas, líder religioso, representante de vendas.

- Talento intrapessoal: é a habilidade de entender o que as pessoas pensam, sentem e desejam. São pessoas reservadas, mas que conseguem liderar de um modo indireto, através do carisma e da empatia.

Exemplo de profissões: psicólogo, terapeuta, vendedor interno, atendente.

- Talento espacial: é a habilidade de interpretar o posicionamento de objetos, projetar, localizar-se facilmente, mesmo em lugares diferentes. Pessoas que têm bom senso de orientação e conseguem pensar de forma tridimensional.

Exemplo de profissões: arquiteto, engenheiro, desenhista, projetista.

- Talento linguístico: são os comunicadores, as pessoas que têm facilidade para transmitir suas ideias através da linguagem falada ou escrita. Possuem boa articulação, bom vocabulário e fluência verbal. Podem comunicar-se de forma impactante e sempre são muito claros em suas explanações.

Exemplo de profissões: professor, jornalista, escritor, palestrante.

- Talento lógico-matemático: é o talento das pessoas que tem facilidade com números e fórmulas. Trabalham com dados palpáveis e rapidamente desenvolvem o raciocínio lógico. Tem a cognição bem desenvolvida e são muito racionais e analíticos.

Exemplo de profissões: matemático, economista, físico, administrador financeiro.

- Talento executor: pessoas que têm habilidade para executar tarefas, colocar a “mão na massa”. Tem facilidade de aprender diferentes funções, são extremamente práticas e aprendem por observação sem precisar, muitas vezes, recorrer à teoria.

Exemplo de profissões: áreas da informática, administração ou qualquer outra na qual precise executar tarefas. Funções que demandem ter mais de uma habilidade.

- Talento empreendedor:é a habilidade para construir negócios, começando do zero ou tendo ideias novas e criativas. Podem abrir e fechar vários empreendimentos diferentes se não estiverem satisfeitos.

Exemplo de profissões: empreendedor, autônomo.

- Talento criativo-intuitivo: é a capacidade de antecipar tendências e perceber, antes da maioria, as consequências de ações voltadas para o mercado. Criam, mas têm dificuldade na execução. São intuitivos e dão bons palpites.

Exemplo de profissões: design de moda, inventor, publicitário.

Provavelmente, você encontrou uma habilidade que se manifesta de forma mais presente no seu dia a dia, outras que se manifestam eventualmente de acordo com o que você precisa delas, e algumas que talvez você não tenha necessitado desenvolver ao longo da sua vida, transformando-se em pontos fracos ou pontos de desafio.

Esse talento que se destaca como mais presente em você, quase um dom que você tem, é o que você faz de melhor, é o seu diferencial, é o que deveria ser utilizado com mais frequência em sua profissão ou no seu trabalho.

Identificar seu potencial é de extrema importância para sua carreira e para suas escolhas profissionais, fará com que você o utilize como ferramenta principal, trazendo resultados mais rápidos e consistentes na sua trajetória.

Mas lembre-se, a forma como esse talento é direcionado é tão importante quanto a descoberta dele. A dedicação e o comprometimento devem andar de mãos dadas se o objetivo é ter êxito e colher frutos do seu trabalho.



Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade da autora identificada abaixo.

  0   0

Vanessa do Rego Monteiro Freitas Lavor

Life Coach

Psicóloga. Certificação internacional em Professional Coach of Life Coaching pela IAC - Internacional Association of Coaching. Membro da Sociedade Latino Americana de Coaching. Possui certificação em Analista DISC pelo programa PDC - Professional DISC Certification. Especialista em Gestalt -Terapia. Experiência com diversos instrumentos de avaliação e desenvolvimento de pessoas.