O que fazer? Para aonde ir? Qual a sua meta?

Parafraseando Sun Tzu, General, Estrategista e Filósofo Chinês em sua obra “A Arte da Guerra”, “Os guerreiros vitoriosos vencem antes de ir à guerra, ao passo que os derrotados vão à guerra, e só então procuram a vitória”.

Se olharmos para dentro de nossas vidas e buscarmos nossos sonhos, posso garantir que finalizar o dia em frente ao mar, tendo como fundo um por de sol dourado e ao seu redor pessoas que você ama, certamente será um daqueles desejos universais.

Na construção do sonho temos a realidade, o trabalho do dia a dia; as relações pessoais; a competição pelo cliente; a competição conosco, sobre como aprender mais, conhecer, aperfeiçoar uma prática, um conceito ou um conhecimento. Tem as nossas respostas diante das diversas perguntas que o mundo, que o nosso vizinho, nossos cônjuges, filhos, chefes, subordinados e nós nos fazemos sempre.

E a nossa resposta, que sempre estará eivada das nossas crenças, valores e esperanças, tentará atenuar ou dar vida à situação crítica. A pergunta: Como vencer a crise que aí está? Como superar essas barreiras e ao final sobreviver?

Bill Russel, ex-jogador de basquete americano, do Boston Celtics, tem uma frase lapidar: “Sucesso é o resultado da prática constante de fundamentos e ações vencedoras. Não há nada de milagroso no processo, nem sorte envolvida. Amadores aspiram. Profissionais trabalham!

Pois é este o trabalho que precisamos desenvolver em nossa mente. Local onde se iniciam todos os desenhos de nossa construção. O cérebro, casa das nossas edificações, é o centro de nossas reações aos estímulos que a vida produz; que nos tira da posição de meros expectadores de um filme, e nos coloca como protagonistas da história e responsáveis pelo seu resultado.

Está em nossas mãos, decidir nossa postura. Se seremos apenas reativos ao ambiente e suas dificuldades, ou tomaremos as rédeas de nossa caminhada e tornarmo-nos responsáveis pelas escolhas.

Para isso, além do firme desejo em estar no comando de nossas vidas, o Coaching se mostra uma ótima oportunidade de apoio e fomento pela busca pela melhoria constante da pessoa na vida. Através deste processo, se estabelece uma via de mão dupla, entre coach e coachee, a partir de práticas, ferramentas e metodologia, a fim de se atingir objetivos, que muitas vezes estavam escondidos no inconsciente das pessoas.

E assim, a crise fica lá fora!



Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade do autor identificado abaixo.

  0   0

Emanuel Adriano de Souza

Life Coach