Ver a ansiedade não-patológica dificultar o processo de desenvolvimento de uma pessoa não é incomum. Nestes casos, existe uma saída simples e que muitos ignoram, presença e acuidade. Segundo os dicionários, presença é a ação de participar em um evento ou atividade. Brendon Burchard, escritor, afirma que presença é a habilidade de estar conectado, de aplicar sua energia (com seu corpo e emoções) no agora. Acuidade significa a agudeza de percepção e podemos resumir em prestar atenção.

Estas palavras simples fazem diferença no desenvolvimento e resultados de uma pessoa. Pois podem afetar o nível de realização e qualidade daquilo que ela faz. Por exemplo: você pode ter um trabalho de que goste mas se realizá-lo de forma automática, mecânica, provavelmente com o tempo ficará chato. Sem brio.

Pessoas de alta performance são atentas àquilo que fazem. No ambiente de trabalho, no momento de lazer, elas estão ali, atentas, dividindo o momento com o que está ao redor. Com isso desenvolvem bons relacionamentos e são eficazes em suas atividades.

A boa notícia é que você pode se desenvolver em termos de presença e acuidade. Um exercício eficaz, é voltar a atenção para seu corpo e respiração por um espaço de tempo. Isso ajuda a cessar o pensamento e a voltar para o presente, reduz o stress e melhora o foco na execução das tarefas.

Você pode treinar em atividades rotineiras como ao lavar a louça. Depois, faça em momentos de interação com outras pessoas. Esteja presente, divida o momento com elas. Com o passar do tempo você sentirá os efeitos. Esta é minha dica para você, pratique e lembre-se: Simples, não é sinônimo de fácil e, óbvio, não é sinônimo de prática. A sua atitude é que faz a diferença.



Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade do autor identificado abaixo.

  0   0

Felipe Freitas

Master Coach

Master Coach, certificado internacionalmente pela SLAC Coaching.