O ser humano, e neste caso você que lê este artigo, é único, isso é fato. Não há na terra dois, “és personalizado”, tem um design e uma imagem única, possui qualidades e talentos exclusivos, possui um programa no cérebro, chamado mente, feito só para você que lhe permite sentir e pensar de maneira exclusiva, de modo único, ninguém pensa igual ou sente igual. O seu timbre de voz, o seu ritmo de falar, a forma de olhar e de se emocionar também é personalizado. O vocabulário usado, gostos e desejos, movimentos corporais e faciais, linha de raciocínio e consciência também são únicos. Possui capacidade de melhorar, evoluir, transformar-se, realizar-se e ajudar os demais. Por esses motivos e vários outros, você deve creditar em você sempre.

É preciso gostar de quem você é mas para isso, saber quem você é torna-se essencial. Como podemos confiar ou gostar de uma pessoa que não conhecemos? Se você não se conhece, ficará inseguro e até com medo. Seguirá conselhos de outros pois não confiará em seus instintos, copiará personalidades, gestos e hábitos de outros e estará sem confiança, inseguro. As opiniões próprias serão duvidosas pois não foram pensadas, não passou pela reflexão, não são originais e terá dificuldades para defende-las.

Quando não sabemos quem somos, procuramos por autoafirmação fora de nós. Adotamos certos perfis de comportamento para agradar o outro e assim sermos incluídos no mundo do outro. Isso precisa mudar, você precisa fazer algo para conhecer quem realmente você é.

O aforismo “Conhece-te a ti mesmo” está inscrito na entrada do templo de Delfos, construído em honra a Apolo, o deus grego do sol, da beleza e da harmonia, Essa frase indica que o primeiro passo para ter autoconfiança é nos conhecermos a nós próprios. Se queremos conhecer o mundo a nossa volta e sentirmos confiança, devemos em primeiro lugar conhecer quem nós somos. O “Conhece-te a ti mesmo” é um processo, uma busca que não tem fim. Essa busca de autoconhecimento muda a forma como uma pessoa interage com o mundo e com as outras pessoas, abrindo a possibilidade para conhecer e aprender novas possibilidade e descobrir talentos que de outra forma nunca teria acesso e isso traz confiança pessoal.

Sendo assim, o desafio e solução está em nós nos conhecermos, termos noção de quem nós somos. Sugiro que comece observando você por dentro, preste atenção em você e comece a meditar pelo menos 5 minutos todos os dias.

Segue aqui algumas dicas para”Conhece-te a ti mesmo” e ganhar autoconfiança: Seja sincero na resposta e pense antes de responder.

1 – DEFINA 3 FORTALEZAS PARA CADA PERGUNTA

O que você faz bem?
Para quais recursos únicos você pode apelar?
Quais fortalezas os outros lhe atribuem?

2 – DEFINA 3 FRAQUEZAS PARA CADA PERGUNTA

O que você precisa melhorar?
Onde você tem menos recursos que os demais?
Quais são as fraquezas que os outros podem lhe apontar?

3 – DEFINA 1 AMEAÇA PARA CADA PERGUNTA

Quais tendências podem lhe afetar?
O que sua concorrência faz?
Suas fraquezas lhe expõem a que ameaças?
Transforme sonhos em realidade

4 – DEFINA 3 OPORTUNIDADES PARA CADA PERGUNTA

Quais são as oportunidades que estão se abrindo?
Quais são as tendências que você pode aproveitar?
Como você pode transformar suas fortalezas em oportunidades?

Com ajuda de um Professional Coach, você obterá a possibilidade de avançar no autoconhecimento e aprender exprimir opiniões de maneira confiante e consciente.

Sou Dionisio Sousa, empresário, Professional Coach e colunista da Sociedade Latino Americana de Coaching. 



Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade do autor identificado abaixo.