PAPEL (papéis)... meu canudo de papel...
A vida nesta dimensão, e certamente em todas, imagino eu, é um grande palco deste grande teatro chamado universo, cujo autor é supremo em tudo e em todas coisas, onde todos nós e cada um de nós temos papéis a desempenhar.
No sentido social, que é nossa abordagem, o que é um “papel”? – Segundo a Wikipedia, nas ciências sociais e humanas, papel social de gênero é um conjunto de comportamentos associados com masculinidade e feminilidade, em um grupo ou sistema social. Todas as sociedades conhecidas possuem um sistema sexo/gênero, ainda que os componentes e funcionamento deste sistema varie bastante de sociedade para sociedade.
O que temos observado em nossos caminhos é que muitos problemas existentes e alguns de difícil solução, é em razão de que a maioria tem confundido “seus papéis” com seu “personagem”, desempenhando cada papel de sua vida incorporando outros personagens.
A verdade é que somos apenas um “personagem” e que temos e devemos de desempenhar nesse personagem que somos, nossos papéis sempre de acordo com nossas necessidades, objetivos e desejos.
Os papéis são ou deverão ser desempenhados sempre de acordo com as fases de sua vida. Quando assim não acontece, isso gera grandes momentos de conflitos o que traz muitas dores e sofrimentos, o que significa dizer que estamos desempenhando mau os nossos papéis.
Como você tem ou está desempenhado seus papéis dentro da responsabilidade de seu personagem? 
Alguns de seus papéis são: bebê e criança (nesse momento seu entendimento ainda está iniciando); Adolescente; jovem; adulto... Nestas fases nossas consciências estão se desenvolvendo e temos nossas funções que lembramos aqui algumas; filho, estudante, namorados, noivos, casados, pai, avós, tios, padrinhos, primos, amigos, colegas, políticos, divorciados, esportistas, funcionários, patrões, empreendedores, profissional liberal, professores, alunos, religiosos, artistas, etc...
Independentemente do nosso momento atual, todos ou a maioria desses papéis estão presente em nossas vidas, distribuídos nas horas dos dias, nos dias da semana, nas semanas dos meses, nos meses dos anos...
Sempre se pode melhorar o nosso desempenho quando se deseja conquistar o OSCAR ou até mesmo conquistar objetivos de interesse. Uma dica seria construirmos um gráfico em qualquer forma que melhor seja para cada um, desde a RODA DOS MEUS PAPÉIS, a um gráfico de torta, barras, pontos e etc... relacionando quais são seus papéis atuais dentro do personagem que você já é e quais papéis gostaria de acrescentar em sua vida.
Isso nos dará uma visão de como estamos, do que e como podemos melhorar nosso desempenho e o que e como podemos fazer para desempenhar um novo papel, como por exemplo o de acrescentar em nosso personagem o papel de um novo cantor, um novo dançarino, um novo escritor, pintor... uma repaginada de nosso personagem com mais ou menos quilos, com este ou aquele aspecto (corte de cabelo, vestuário, cirurgias, exercícios específicos...), as possibilidades são infinitas, afinal o autor e protagonista dessa obra é você mesmo. Você pode fazer desta obra a sua obra prima, uma obra única e exclusiva. Suas necessidades e seus desejos te orientarão. Acredite. Nunca desista e nunca deixe de sonhar. Minha torcida e meu desejo é te parabenizar no evento de recebimento do seu OSCAR.



Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade do autor identificado abaixo.