Estamos na era da depressão, da angústia e da tristeza, onde o desânimo não nos deixa sonhar, muito menos realizar planos. Daí começamos a nos questionar: o mundo pertenceria aos fortes? Aos atrevidos? Aos Ricos? Aos belos e atraentes? Onde me encaixaria? Em lugar algum, pois o desânimo está dentro da pessoa, fazendo com que ela veja o mundo dessa maneira incrédula.
Mas o que o Coaching tem a ver com isso? Tudo. Quando você busca descobrir o que estaria te deixando longe do sucesso, você já estará subindo o primeiro degrau dele. O Coach não vai ouvir lamúrias ou segurar na sua mão para escalar com você, mas te trará ferramentas para que seja forte o suficiente para vencer todos os obstáculos, sem fraquejar, seguindo como um turbo.
Se a pessoa pensa que tudo de bom só acontece com os outros e nunca com ela mesma, terá uma surpresa imensurável com decorrer das sessões de Coaching, já que, terá meios de dar uma guinada na vida, fazendo as coisas despontarem. Só o Coaching é capaz de trabalhar ferramentas suficientes para reprogramar a alma da pessoa infeliz e fazer com que ela veja o mundo de forma diferente e assim, possa estar lado a lado com os fortes, atrevidos, ricos, belos e atraentes.
As sessões nem de longe se parecem com terapia, onde a pessoa pode ficar anos e não apresentar qualquer sucesso no tratamento. O Coaching não faz tratamento em ninguém, trabalha com mecanismos integrados e rápidos para que o Coachee possa traçar e alcançar o sucesso. Não se trata de uma passageira evolução, o que se alcança é cumulativo, para toda vida, é um processo contínuo, nunca regressivo, pois o Coaching constitui um estilo de vida, consubstanciado em metas, objetivos, novos hábitos, desenvolvimento de capacidades e atitudes. As pessoas que se utilizam do Coaching realizam tantas obras em suas vidas, que impossível não afirmar que na trajetória do sucesso está o magnifico Coaching.


Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade da autora identificada abaixo.