Até poucos anos atrás, o cenário das organizações era bem diferente do atual, assim como os fatores mais valorizados dentro delas: estes eram os processos, a técnica profissional e um modelo de gestão vertical. Atualmente, vemos uma realidade bastante diferente. Com o crescimento da área de Recursos Humanos, dentro da Administração de Empresas, cresceu também a compreensão por parte dos empregadores de que se investissem no capital mais valioso da empresa - hoje conhecido como capital intelectual, ou seja, as pessoas - obteriam tanto ou mais sucesso do que investindo em tecnologias, por exemplo. E é dessa forma que todas as grandes empresas se destacam nos dias de hoje - Elas valorizam o seu colaborador (que antes era só funcionário, ou empregado) e apostam no seu desenvolvimento, compreendendo que isso retornará para a empresa nos mais diversos tipos de resultados.

Dentro dessa realidade, encontramos o Coaching Executivo como uma das ferramentas de maior resultado e importância para o desenvolvimento de pessoas, focando na melhoria da produtividade e resultados da organização na qual é praticado.

O que é?

O Coaching Executivo, de maneira resumida e direta, trata de resultados tangíveis nas organizações. Aqui, não é a pessoa que contrata o Coach, mas sim a empresa que, percebendo a demanda, procura o profissional adequado. Através do desenvolvimento e aperfeiçoamento dos colaboradores de uma empresa, o Coaching afetará diretamente a qualidade do serviço prestado ou do produto comercializado, retornando em forma de lucro e crescimento.

Cada vez mais as organizações tem contratado Coaches competentes para as suas empresas. Está se tornando muito claro para elas que uma vez que seja lapidado o seu capital intelectual - as pessoas -, o retorno do investimento realizado é não apenas satisfatório, mas também sustentável a longo prazo!

Apesar de sua simplicidade teórica, esse processo de mudanças comportamentais e de mentalidade dos colaboradores pode ser bastante complexo, exigindo um período de qualidade - entre 6 a 12 meses - para gerar resultados duradouros.

A velocidade e qualidade das mudanças também está sujeita à realidade inicial da empresa contratante e do seu clima organizacional, que pode afetar os resultados.

Como isso acontece?

O Coach trabalhará no desenvolvimento das lideranças, nas relações interpessoais entre as equipes e diferentes setores, preparação para a assunção a novos cargos, e principalmente no alinhamento entre a cultura organizacional proposta pela empresa, e a mentalidade dos colaboradores.

Quanto mais dados o Coach contratado tiver, e se feito um trabalho em conjunto com a área de Recursos Humanos, por exemplo, mais alinhadas ficarão as expectativas da empresa ao trabalho de desenvolvimento dos colaboradores e otimização dos resultados.

Quais os resultados esperados no Coaching Executivo?

A melhoria nos resultados da empresa pode ser vista como o resultado mais buscado no Coaching Executivo. Esta melhoria, porém, tem um fator principal, que é o capital humano dentro das empresas, uma vez que o sucesso de uma empresa é determinado por muitas variantes, mas principalmente, pelas pessoas que nela trabalham. Por esse motivo, o Coaching Executivo desenvolverá o fator de maior potencial dentro da empresa, que são as pessoas. Para dar lugar à finalidade inicial - A otimização de resultados gerais da empresa - outros resultados devem ser esperados:

  • Aumento da produtividade

  • Aumento da satisfação com o trabalho

  • Melhor retenção de talentos

  • Redução dos níveis de estresse

  • Aumentar o valor da organização perante os colaboradores (gerando maior competitividade no mercado de trabalho)

  • Colaboradores que "vestem a camisa" da empresa

  • Melhor trabalho em equipe

  • Desenvolvimento de colaboradores "chave" na empresa

  • Transformação dos gerentes em verdadeiros líderes

 

É possível mensurar os resultados do Coaching Executivo?

Por se tratar de um processo desenvolvido principalmente com foco em pessoas e seus comportamentos, é comum questionar se há alguma forma de mensurar os resultados.

Uma maneira de fazer isso é realizar uma avaliação antes do Coaching executivo e  pós Coaching executivo, a fim de mensurar o retorno sobre o investimento (ROI). Juntamente à area de Recursos Humanos, é possível verificar o clima da organização, antes e após o processo de Coaching, e validar as diferenças.

O Coach poderá também utilizar ferramentas de assessment voltadas para competências, utilizando-a como base para a validação do desenvolvimento dos colaboradores.


Mediante a todos esses dados, podemos então perceber que o Coaching Executivo pode ser uma ferramenta preciosa para as empresas que desejam se tornar competitivas no mercado de trabalho e acelerar seus resultados gerais através da transformação dos seus colaboradores e em seu desenvolvimento, que já é, na atualidade, uma estratégia utilizada por grandes empresas para atrair e reter o seu capital intelectual. Uma empresa que não desenvolve os seus funcionários, no mundo em que vivemos hoje, não apenas deixa de ser atraente para os seus funcionários, mas também para os seus clientes externos.