2016 se foi. Um ano surpreendente, marcado por uma crise econômica e política que nunca havia presenciado, mas também por eventos únicos e de extrema felicidade, como o nascimento da minha filha.

Desse ano turbulento que passou, vale trazer o aprendizado que fomos obrigados a obter, principalmente na questão do controle dos gastos, eliminação dos supérfluos, planejamento financeiro e priorização do que realmente importa na vida, quando nos deparamos em momentos de crise.

De 2016 valeu aprender que em um país instável como o Brasil, nos anos de economia em alta (como em 2014) é que devemos economizar e utilizar nosso dinheiro com muita inteligência, sempre nos questionando se o motivo é realmente essencial e de acordo com nossas prioridades. Esse raciocínio não pode acontecer somente nos anos ruins, pois será tarde demais.

E o que esperar de 2017? 

Não quero esperar nada. Aliás, o esperar demais pode muitas vezes nos fazer “cair do cavalo”. Quero correr atrás dos meus objetivos, ter a certeza de que depende apenas do meu foco e esforço atingi-los.  E como diz Mario Sergio Cortella: “Devemos ter esperança, mas do verbo esperançar (ir atrás, buscar) e não do verbo esperar”.

Isso servirá para minhas metas pessoais e profissionais, mas o mesmo convém para nossos desejos de um mundo melhor. Não vamos “esperar” para 2017 um país mais sério, com menos corrupção, mais tolerante, com menos violência, onde as pessoas convivam melhor. Se tudo isso não partir de nós, em nosso dia a dia, não será possível “esperar”.

Para 2017, deixemos partir de nós mesmos a mudança que queremos ver em nosso país e no mundo. E o começo é simples: basta refletirmos se podemos fazer diferente e melhor cada ação de nossos dias. Todas as ações, seja em casa, com a família, na rua, no trabalho, na convivência com as demais pessoas. Pode ter certeza que toda e qualquer atitude e comportamento podemos melhorar, aperfeiçoar.

Por um Feliz 2017, boas mudanças em você, para você!



Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade do autor identificado abaixo.