Lendo sobre o “Mito da Caverna”, que é uma passagem do livro “A República” do filósofo grego Platão, nós podemos encontrar uma excelente metáfora sobre como, através do conhecimento, é possível captar a existência do mundo sensível, através dos sentidos, e do mundo inteligível, através da razão.

O mito fala sobre prisioneiros (desde o nascimento) que vivem presos em correntes numa caverna e que passam todo tempo olhando para a parede do fundo que é iluminada pela luz gerada por uma fogueira. Nesta parede são projetadas sombras de estátuas representando pessoas, animais, plantas e objetos, mostrando cenas e situações do dia a dia. Os prisioneiros ficam dando nomes às imagens (sombras), analisando e julgando as situações.

Interessante que podemos encontrar essa metáfora em várias histórias, como por exemplo, tanto no filme “Matrix”, como também no filme “Alice no País das Maravilhas”. Fazendo uma analogia dessa metáfora com uma sessão de coaching, quando vivenciamos o papel de Coachee, somos expostos aos nossos valores e crenças e com isso descobrimos que até então vivíamos num mundo irreal e limitante para o nosso sucesso, da mesma forma que os personagens Neo de “Matrix” ou Alice em “Alice no País das Maravilhas”.

A partir do momento que somos defrontados com a nossa real consciência e descobrimos nossas crenças limitantes, entendemos que o maior responsável por não alcançarmos o sucesso desejado somos nós mesmos. Com isso necessitamos criar um plano de ação para sair da zona de conforto.

Em minha opinião esse é grande papel do Coach, seguir todo o processo de Coaching, junto ao seu Coachee, apoiando-lhe para potencialização de conhecimento e de capacidades muitas vezes latentes. Com isso permitir que o seu Coachee possa se descobrir e sair da “Caverna”, apoiando-o a alcançar as suas metas e obter melhores resultados para a conquista de uma vida mais feliz.



Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade do autor identificado abaixo.

  0   0

Paulo César de Faria

Master Coach

Atuo no momento como Coach. Também sou Professor Executivo do curso de Pós Adm da instituição IBE-FGV em diversas matérias nas cidades de Jundiaí e Campinas. Durante 3 anos atuei como Representante Comercial. Atuei durante 25 anos como Consultor de Negócios e Training com sistemas de Business Intelligence e Balanced Scorecard para o nível tático e estratégico das empresas clientes.