Seria o ato da gratidão algo tão superficial e vazio? Existem poucos estudos sobre a gratidão, mas os que existem mostram os efeitos benéficos de praticar tal ato. Mas o que seria, de fato, a gratidão? Segundo pesquisas realizadas por alguns estudiosos da psicologia e da neurociência, a gratidão é muito mais que um ato vazio e sem emoção, na verdade, segundo Emmons e McCoullough, pesquisadores do assunto, a gratidão pode ser considerada uma virtude moral, um hábito, uma emoção ou um traço de personalidade.

Estudos afirmam que pessoas verdadeiramente gratas são mais perdoadoras, menos egoístas, mais agradáveis, resilientes, tem mais saúde física e mais qualidade de vida. Dessa forma, podemos concluir que só temos a ganhar ao praticarmos o ato da gratidão, pois seremos pessoas mais felizes e pessoas gratas, fato que, consequentemente, atrairá para nosso ciclo de convivência pessoas que também são gratas e mais felizes.

Pense agora no seu ciclo de amizades, são pessoas gratas e felizes ou com sentimentos contrários a esses? Refletindo sobre a sua resposta, o que você conclui? Para algumas pessoas é necessário mudar de grupo, isso mesmo, não queira ser uma pessoa próspera em todos os aspectos, tendo como amigos próximos pessoas que vivem reclamando da vida e infelizes. Você precisa além de praticar a gratidão, estar rodeado de pessoas que também decidiram agradecer por tudo, e, assim, as consequências do grupo de agradecedores serão de uma vida abundante e feliz.
Transforme sonhos em realidade

Você tem sido uma pessoa verdadeiramente grata? Piaget, estudioso do desenvolvimento humano, afirma que, se você for grato por tudo, coisas boas irão te acontecer. O que você decide com essa informação?
 Pratique um exercício que irei te passar agora:

Separe um caderno, um bloco ou uma agenda, de forma que tenha 365 páginas. Ao final de cada dia, escreva os motivos pelos quais você é grato. Dessa forma:
1 - Sou grato por...
2 - Sou grato por...
3 - Sou grato por...

Para cada motivo de gratidão, você escreve uma vez e pronuncia em voz audível, outras três vezes, e dessa forma, seu “cérebro emocional”, responsável pelas suas ações, entenderá que sua vida é muito boa e a consequência será uma vida extraordinária. Imagine esse exercício por 365 dias! Sua vida será realmente extraordinária, abundante!

Que coisa boa lhe aconteceu hoje que você pode agradecer nesse exato momento? Crie em você o hábito da gratidão e eu tenho certeza que sua vida será ainda melhor. 

“Uma mente que se abre a novas ideias, jamais retorna ao seu tamanho original”.
Albert Einstein



Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade do autor identificado abaixo.