Da infância à idade adulta podemos sim aprender muitas coisas, mas em nosso caminhar, podemos também desaprender coisas essenciais, como a espontaneidade e a capacidade de rir de nós mesmos. A criança é mestre em ousadia, tem por natureza a curiosidade e sabe muito bem a necessidade de descobrir o mundo à sua volta. Nesta escola ousamos ser novamente crianças e redescobrimos que o ato criativo é uma necessidade vital para todos. Sem distinção de profissão, todos estamos aptos a criar.

Quando estamos diante de alguém que deseja dar um passo além, deseja mudar de vida ou deseja um novo despertar, não podemos nos esquecer de observar o seu gestual. Devemos ficar atentos ao que ela ganha ou perde em termos de espontaneidade física ao longo de seu processo de coaching. O simples observar pode nos auxiliar a usar a ferramenta certa, a fazer a pergunta chave, que possibilitará fazer com que esta pessoa responda a si mesma o que ela tanto precisa ouvir. Muitas vezes estas respostas podem ser decifradas através do gesto, na maneira de olhar ou na maneira intuitiva do cliente se esquivar, como um exímio lutador faria em um ringue de box. Cabe a nós, aguardar a resposta, com paciência, e saber que todos merecemos a vitória.

Sim, o corpo sabe coisas que a nossa mente desconhece. Acreditamos ter um domínio de nossos gestos, mas eles falam por nós muito mais do que as palavras.

Este conhecimento, evolui com o tempo. Jacques Lecoq desenvolveu durante 40 anos sua pedagogia e somente aí escreveu sobre esta técnica que se tornou referência na área da pedagogia corporal. Temos muito a aprender com aqueles que desenvolveram determinadas técnicas que são afinal, as melhores ferramentas para se obter resultados. É necessário expandir nossa percepção sobre o corpo e o gesto. Um maior entendimento sobre a linguagem corporal e o mapa gestual de cada indivíduo, pode ser um caminho de grandes descobertas para percebermos onde está a saída que o levará do estado atual ao estado desejado.



Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade do autor identificado abaixo.

  0   0

Ricardo Pereira

Life Coach

Autor , diretor e coach de palestrantes e atores, Ricardo iniciou sua carreira profissional em Berlin no ano de 1990. Segue para Paris onde se forma na "École International de Théatre Jacques Lecoq". Escreveu o livro "As 33 portas do caminho" . Ministra workshops na Queen Mary and Westfield University em Londres. Realiza palestras e workshops e faz preparação de atores e palestrantes em vários países.