O coaching aplicado a nutrição, é uma metodologia cognitiva e comportamental, baseado em perguntas motivadoras para a mudança de comportamento alimentar e quebra de paradigmas, onde são utilizadas ferramentas fortalecedoras onde o próprio coachee (cliente) encontrará as repostas necessárias para definir e atingir suas metas, sejam elas: emagrecer, melhorar a saúde e a qualidade de vida.

Devido a formação do nutricionista ser voltada para as questões nutricionais, normalmente o nutricionista em sua consulta não promove o autoconhecimento, não busca os valores pessoais relacionados com os hábitos alimentares, porém faz-se necessário ter ferramentas que o ajudarão a desenvolver as forças internas de seus clientes e a promover a mudança de comportamento alimentar. Deve-se levar em consideração que por traz de um desejo de emagrecer ou seguir um plano alimentar para a melhora da saúde, existem objetivos maiores relacionadas a essas necessidades, e que é importante conhecer de fato o perfil do cliente, isto agregará mais benefícios ao atendimento.  O Nutricionista trabalhará aspectos relativos à saúde e a nutrição, e com o coaching utilizará as técnicas como uma metodologia poderosa para promover o autoconhecimento, mudanças de pensamentos e de comportamentos, principalmente a relação do indivíduo com os alimentos. Tendo em vista que a primeira transformação deve vir da mente, da forma de pensar. É preciso primeiro programar o cérebro a adotar uma alimentação equilibrada, o que ajudará a identificar comportamentos sabotadores e assim, tornará as escolhas por alimentos saudáveis, um hábito natural, e finalmente concretizará de fato a reeducação alimentar.

É importante destacar alguns aspectos do coaching: O profissional não poderá trabalhar o passado pois o processo não é terapia, este é realizado pelos psicólogos. O foco essencial estará no futuro e nas metas a serem atingidas. A consulta nutricional realizar-se-á separadamente das sessões de aplicação das ferramentas, uma vez que o Coach (profissional que aplica as técnicas) não prescreve, não orienta e não mentora. Lembrando ainda que o atendimento nutricional deve acontecer somente no modo presencial, conforme a resolução e código de ética do Nutricionista.

As sessões podem ser realizadas em um total de dez e com frequência semanais ou quinzenais e duração de aproximadamente 2 horas, para elaborarem em conjunto, atividades específicas, para que o indivíduo fique mais próximo da conquista de seus objetivos pessoais.

É relevante todas as afirmações acima, uma vez que para o Nutricionista torna-se valiosa a aplicação das ferramentas do coaching associado ao seu trabalho como educador nutricional e para o Coachee que não levará para casa somente a prescrição e os conselhos, mais sairá da consulta motivado e fortalecido para a transformação.