A explicação disso passa um pouco pelo lema desse time, que também é título deste artigo, e que em puro português significa “mais que um clube”. Todos os jogadores, indiferente de sua grandeza particular, sabem que o clube está acima deles, que eles representam algo muito maior do que eles próprios. Tanto Neymar quanto Suárez, ao serem contratados, vieram com matérias nos jornais questionando até que ponto eles suportariam serem sombras de Messi. Mas o improvável aconteceu. Os três perceberam que juntos são muito mais fortes do que sozinhos. Vemos isso pelo discurso deles nas entrevistas, nunca se promovem ou criticam seus companheiros e procuram sempre dar créditos a eles.

Até mesmo nas atitudes deles dentro de campo conseguimos perceber tal cumplicidade, sendo sempre generosos uns com os outros e procurando servir seus companheiros ao invés de chutarem para o gol, causando uma maior assertividade de chutes à meta. Isso sem falar nas comemorações, que buscam sempre estarem juntos ao invés de correrem sozinhos pra torcida. O resultado desse sucesso com a bola rolando começou a trazer frutos fora de campo também, pois vemos que há uma real amizade entre os três e o clima dentro do vestiário é muito bom com todos os outros jogadores.

O que vem acontecendo no Barcelona é a maior prova de que quando trabalhamos em equipe o sucesso vem mais rápido, mais fácil, mais assertivo. Dentro de uma equipe, seja no esporte ou em qualquer profissão, o ego e a briga para ver quem é o melhor pode causar uma implosão catastrófica, levando ao fracasso geral. Quando colocamos o nosso foco apenas em nós mesmos ao invés de pensarmos no sucesso do todo, corremos o risco de sermos destrutivos para a empresa/time e, conseqüentemente, para nós mesmos. Já dizia o ditado: uma guerra nunca é vencida sozinho.

E então? Suas ações são voltadas para o bem de todos ou você tem olhado somente para o seu umbigo, indiferente do que isso possa significar para as pessoas ao seu redor? Reflita sobre suas atitudes e quais as consequências delas ao seu redor!


* Até o momento da redação deste artigo (16/05/2015), na temporada 2014/2015, Messi marcou 53 gols, Neymar marcou 37 gols e Suárez marcou 27 gols, totalizando 116 gols dos três com a camiseta do Barcelona (fonte: fcbarcelona.com.br)
Transforme sonhos em realidade



Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade do autor identificado abaixo.

  0   0

Igor Trisuzzi

Life Coach

Life Coach credenciado pela SLAC, é formado em Administração de Empresas pela FEA-USP, com passagem acadêmica pela Universidade do Porto (Portugal), além de ser certificado como Green Belt em Metodologia Lean Six Sigma de Gestão de Projetos pela Fundação Vanzolini. Faixa Preta de Judô desde 2004, leva o esporte como filosofia de vida, buscando sempre o seu melhor e o de todos a sua volta.