Me formei, e agora?
Terminei a universidade e agora o que eu faço? Essa é uma pergunta que está na cabeça de muitos jovens que estão perto de terminar a universidade ou já terminaram. Eu também vivi isso, mesmo eu tendo claro o que eu gostaria para meu futuro, e ter feito passos durante a universidade para a minha visão de futuro.

Me lembro que quando faltavam seis meses para terminar a faculdade, fiquei louca, tinha saído da consultoria em que eu trabalhava por decisão minha, e me perguntava como seria meu futuro profissional. Quando chega o fim do curso vem o medo do futuro, do incerto ou não tão certo, vem a responsabilidade.

Depois de alguns anos conheci o Coaching, e pensei que pena que não conhecia antes, talvez algumas decisões teriam sido diferentes. Mas enfim, vivemos de aprendizados!

Eu vi muitas amigas passarem pelo mesmo, por amigas da minha irmã, e quando converso com pessoas na Espanha, relatam o mesmo! Enfim, é mais comum do que pensamos!

Quem não passou ou conhece alguém que passou por isso? É muito comum as pessoas estudarem quatro ou cinco anos e ao terminar a universidades têm muitas dúvidas:

- Não sei muito bem com que eu quero trabalhar;
- O que vou fazer agora?;
- Como vou conseguir um trabalho na minha área?;
- Não sei se faço uma pós-graduação;
- Não sei nem qual curso de pós-graduação escolher.
 
E vem o medo do futuro, do novo, vem um pouco de ansiedade, você se sente perdido, desorientado.

E por onde começar?

Primeiro você tem que saber o que você quer para a sua vida. Porque se você não sabe que caminho seguir, qualquer caminho serve. É por isso que é tão comum as pessoas estarem insatisfeitas com seu trabalho. 

Porque na maioria das vezes não escolhem seu trabalho por suas preferências pessoais, pelo que gosta, pelo que motiva. E sim, muitas vezes, pelo que aparece, pelas oportunidades que surgem.

Mas é muito importante você ser o protagonista da sua história, da sua trajetória, e escolher o que você gosta! Até porque, geralmente, passamos oito horas do nosso dia no trabalho, então nada mais justo que nos sentirmos bem.

Para isso, o autoconhecimento é fundamental, um trabalho de coaching pode te ajudar muito e fazer toda a diferença, para fazer escolhas mais assertivas e sentir-se assim mais confiante. 

Se você ainda está na universidade, maravilhoso! Quanto antes se conhecer profundamente e fazer escolhas mais assertivas, será melhor! Se você já terminou a universidade, vamos começar daqui para frente!

Reflita sobre as perguntas abaixo, para tenha alguns insights sobre o que você deseja:

- O que você quer na sua vida?

- O que você necessita para alcançar isso?

- A que você se dedicaria, se hoje não precisasse de dinheiro?

- O que é que você mais gosta de fazer?

- Para que, de forma geral, as pessoas te buscam? Te pedem ajuda? O que você faz bem?

- Em um trabalho / profissão, o que é importante para você?


Depois que você tiver claro o que você quer e porque você quer, é importante agir! Para isso, você tem que fazer como os aviões que têm um plano de voo, você tem que que ter o seu plano de ação, para que você chegue até onde você quer. 

Esse plano deve ter cada passo para chegar em seu objetivo, quanto mais específico, melhor será o resultado a ser traçado! É importante sempre colocar uma data para cada ação, para que você se comprometa.

E sempre lembrar, que o plano é um guia, que pode ser revisado e reajustado no percurso.



Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade do autor identificado abaixo.