Life coaching: área em expansão ou modismo?
Somos todos sabedores das constantes transformações ocorridas no mundo dos negócios, no mercado de trabalho e das mais variadas consequências decorrentes disso. As empresas têm necessidade de velocidade, atualização, qualidade, competências, imagem, menos custos, mais lucros, entre outras coisas tão propaladas e para isso tentam transformar em vantagem competitiva todo e qualquer processo interno e externo, seja ele na área tecnológica, de atendimento, de inovação, comercial e principalmente de pessoas, pois são estas que fazem verdadeiramente a diferença nas empresas. 

O coaching empresarial, executivo, visam o atingimento das metas empresariais, trata-se de uma estratégia diferenciada, com muitos resultados positivos. É preciso focar, para ter mais efetividade. E o coaching é fundamental nessa situação. 

A competitividade peculiar até então no âmbito empresarial, foi trazida para o âmbito pessoal, onde, buscando um lugar ao sol, cada um começa a buscar alternativas também para estar à frente, buscar resultados, atingir metas. 

Não necessariamente para atuar dentro de uma empresa, mas voltado para realização profissional e pessoal. Por mais cruel que esse processo possa soar a alguns, essa é uma realidade que não podemos ignorar. 

A meritocracia é latente. E ninguém quer ficar para trás. Buscar o processo de coaching, de apoio ao alcance de metas e resultados deixou de ser exclusividade das empresas e agora abarca fortemente a questão pessoal. 

As pessoas têm necessidades diferentes, interesses diferentes, e no mundo atual com tanta informação disseminada constantemente, as pessoas podem se “perder” diante de tantas possibilidades, novidades, oportunidades. Ela perde o foco, se é que um dia teve. Muitos não sabem por onde começar. 

O nível de exigência da sociedade, da família, dos outros e o seu próprio podem acabar trazendo um turbilhão de incertezas e insegurança quanto ao seu futuro, e, pensar em futuro as vezes dói, as vezes é um desafio, e muitas vezes precisamos de ajuda. Pensou em futuro, pensou em coaching! 

O coaching hoje pode ser considerado um mercado em franca expansão dada a necessidade das empresas e das pessoas, fala-se muito, lê-se muito a respeito, a internet está carregada da temática. Vídeos, eventos, textos, profissionais tentando se estabelecer e viver de coaching, como dizem. 

É o momento de aprender, se capacitar, se preparar e principalmente praticar as ferramentas para que esse propenso “modismo” se torne algo duradouro, definitivo, perene. A prática é parente próxima da perfeição, da excelência. 

A continuidade e perpetuação da profissão coach vai depender muito da qualidade e preparo dos profissionais, do investimento que fizerem e principalmente, dos resultados que alcançarem. Contra fatos não há argumentos. Quando os resultados aparecem, as evidências vêm à tona, poderemos afirmar que quem tem competência se estabelece. 

É isso aí, quando o resultado do que você, coach, faz efetivamente faz a diferença na vida das pessoas, sua profissão torna-se essencial e você segue em frente. Mãos à obra!



Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade do autor identificado abaixo.