Não é pequeno o acervo de publicações, treinamentos e cursos de lideranças existentes no mercado. Livros, artigos, palestras, vídeos, etc - muitos ao seu alcance por um toque no seu computador. De alguma forma, todos acabam contribuindo e podem, às vezes, provocar alguma descoberta que o Gestor precisa encontrar. A receita certa é aquela que serviu e atendeu a sua expectativa e que a partir do evento e aprendizado você passa a liderar melhor a sua equipe e com resultados efetivos.
Mas o que é ser Gestor ou Líder Coach ?
Ser líder utilizando o Coaching o levará a trabalhar as duas faces do seu liderado. Como Gestor, você vai trabalhar a face das competências técnicas, agindo, quando necessário, até como professor, com ensinamentos necessários para que o seu liderado entregue o que for preciso dentro da expectativa de geração de resultados. São ações diretas com o objetivo de colher resultados de curto prazo voltados para as metas ou objetivos da corporação afinadas com sua política e procedimentos. No papel de Gestor o resultado é o foco e as possibilidades são apontadas pelo Gestor de forma direta para a sua equipe de liderados.
Como Coach, o Gestor terá a oportunidade de desenvolver a sua equipe gerando um time de alta performance – não basta ter um time competente tecnicamente - O desenvolvimento exercido nesta face é o comportamental, levando a sua equipe a gerar resultados com mudanças comportamentais duradouras através da virada do modelo mental e quebra de paradigmas – O Coach quer que a sua equipe cresça e se desenvolva através de insights e descobertas - A equipe de liderados ganha motivação, ganha engajamento, ganha uma mente produtiva, e por participar ativamente do processo, traz para si a responsabilidade das ações que aplicadas apontam resultados para a corporação. Nesta face, as possibilidades para o foco trabalhado não partem do Gestor, são apontadas pelo liderado e apoiadas pelo Gestor que assume agora o papel de facilitador de Coach.
O Gestor Coach preparado sabe navegar naturalmente nas duas faces, assumindo os dois papéis – como Gestor: trabalha indicadores, controla, planeja, define metas, tem foco no resultado, etc. Como Coach, vai ouvir contextualmente, apoiar, desenvolver, desafiar, gerar reflexão, gerar descobertas através de perguntas relevantes direcionadas para o futuro e com foco na solução, provocando ação e mudança comportamental voltada para o gerenciamento da alta performance.
Importante ressaltar que estamos falando especificamente de Gestor Coach no contexto de liderança, diferente do processo específico de Coaching, do Coaching Executivo, Coaching de Vida, Coaching de Carreira ou Organizacional, conduzido por um profissional Coach que passou por toda uma formação de Coaching. O Gestor Coach, embora utilize algumas técnicas e ferramentas do processo, não faz sessões de Coaching com o seu liderado, são encontros rápidos, de 5 a 10 dez minutos, suficientes para o Gestor Coach utilizar um modelo de conversa específico para cada foco trabalhado e que através dele, as possibilidades são encontradas, discutidas, avaliadas e postas em prática – é jogo rápido - o Gestor assumindo a postura Coach.
Dar e receber feedback é considerado uma habilidade essencial a um Gestor. Os liderados precisam saber do seu desempenho, se estão atendendo as expectativas, como estão se saindo e principalmente como podem melhorar. O feedback mais recorrente utilizado pelo Gestor Coach não trabalha eventos passados, tem foco na solução e de comportamentos que levam a resultados positivos olhando o futuro e o que se espera dele.Conhecer o perfil comportamental da equipe de liderados também é essencial para o Gestor Coach. Através dele, poderá mapear a sua equipe alocando-a da melhor forma, evitando assim colocar um bom liderado no lugar errado. Se conhecer o perfil comportamental da equipe é essencial, conhecer o seu perfil como Gestor Coach é indispensável. O estudo de estilo pessoal de coaching – EEPC - criado pela Corporate Coach U – estabelece quatro estilos de lideranças: Estilo comandante – Estilo apresentador – Estilo diplomata – Estilo estrategista.
Conhecendo o seu estilo pessoal de liderança, conhecendo o perfil comportamental da sua equipe de liderados, trabalhando o feedback mais recorrente, utilizando e navegando nas abordagens Gestor e Coach, pergunto: o que não o levaria acreditar na construção de uma equipe de alta performance?



Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade do autor identificado abaixo.