As crenças motivadoras são eficazes e essenciais na vivência de todo ser humano. Entretanto, as chamadas crenças limitantes são desmotivadoras e devastadoras, pois podem colocar em risco o alcance dos sonhos, objetivos e afazeres do dia a dia. E o que se torna preocupante é quando ocorre o afastamento ou o término de muitas relações saudáveis. E quando as crenças limitantes ganham poder, geralmente assumem o cotidiano de qualquer pessoa, até mesmo aquela mais otimista e desbravadora. É neste momento que é indicado o início do processo de coaching.

O método é recomendado para quem já efetivou os objetivos, mas ainda compreende que faltam questões a serem resolvidas e solidificadas, e se torna eficaz para quem busca a clareza daquilo que deseja realizar. Também é indicado, para aqueles que persistem em algo e na véspera da realização surge algum imprevisto e não efetiva o objetivo. Neste caso, podem estar ocultas questões que ainda não foram percebidas. Como por exemplo: as crenças limitantes, a autossabotagem, a ausência de coragem, o receio de se afastar das pessoas que fazem parte do cotidiano, o medo do sucesso, alguma fobia dentre outros fatores que geralmente são revelados nas sessões de coaching.

O coachee como é chamado a pessoa que procura o processo, é convidado a realizar de oito a doze sessões. Estas reuniões de coaching duram 50 minutos, neste período são elencados o autoconhecimento, as tarefas para o cumprimento do plano desejado, as dificuldades encontradas para a realização das metas, as crenças motivadoras e limitantes. Além de outras demandas importantes que também são abordadas com foco na realização da meta almejada.

Dificilmente o propósito não é realizado no processo de coaching. Quando isso acontece, na maioria das vezes são por motivos revelados no decorrer das reuniões. Ou por conta de algo oculto na vida do profissional e o mesmo ainda não tomou consciência. Em alguns casos o resultado não é significativo na vida do coachee, ocorrendo assim a mudança e o fortalecimento de outra meta inspirada pela pessoa.

E você acredita que chegou o momento de procurar um coach?



Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade da autora identificada abaixo.