Nestes últimos dias eu utilizei transporte público aqui em São Paulo, peguei metrô e ônibus, algo que costumo fazer bastante é observar as pessoas, seu modo de agir, suas reações, comportamento entre outros. 

Mas o que eu enxerguei nas ruas, nos transportes não eram pessoas, eram Zumbis, a grande maioria estava realmente ligada no que estava acontecendo em seus celulares, no Facebook e nas mídias como um todo.

O que eu percebi foi que elas apenas levantavam a cabeça no momento em que chegava seu ponto de descida/partida e logo em seguida, já na escada rolante, voltavam de novo em seu estado de Zumbi.

Refleti sobre isso e pensei como são estas pessoas no trabalho?

Suponho que estas pessoas chegam ao trabalho "cumprem seu horário", não vivem intensamente o que faz, adora reclamar das circunstancias, do chefe, o quanto que os processos da empresa não funcionam, na verdade ficam ansiosos para chegar às 18h00 para ir embora. 

Aí enfim, chega o horário e tudo acontece novamente, levanta a cabeça apenas para subir no ônibus ou entrar no metrô, volta para o celular. 

Chega em casa cansado, janta, não está com muito tempo ou paciência para conversar com a mulher, esposo ou brincar com os filhos.

O que o Zumbi realmente quer é ir dormir porque amanhã começa tudo de novo.

Será que temos a consciência de que não percebemos o que acontece em nosso dia a dia verdadeiramente? Há quanto tempo estamos apenas fisicamente em um lugar e sempre pensando no futuro ou no passado sem viver o agora?

Como estamos usando nosso tempo? O que faz seguir esta rotina? Pelo o que vai construir todos os dias em que acorda? 

Claro que eu também já estive como Zumbi em momentos da minha vida, venho em um processo grande de autoconhecimento que é inevitável você começar a perceber situações que antes passavam batido.

Então, o desenvolvimento para a minha atenção plena começou a surgir na meditação e também quando comecei a utilizar a prática do Mindfulness - Significa prestar atenção ao momento presente, com abertura e curiosidade para a experiência, sem julgamentos (ou com menos).

Então funciona assim " esteja presente"

Preste atenção em sua respiração de forma consciente;

Se estiver sentado, preste atenção como seu corpo encaixa no banco;

Se estiver andando a pé, esteja presente para respirar profundamente, sinta o movimento do seu corpo ao andar, olhe para cima, conheça o lugar que estiver passando;

Atente-se aos sons;

Se estiver dirigindo sinta suas mãos ao volante, perceba como está sua postura;

Se está lendo, esteja apenas lendo mantenha sua atenção plena para este momento;

Se está conversando com amigos, esteja apenas ali;

Esta prática traz inúmeros benefícios, você diminui sua ansiedade, sente maior plenitude e tenha certeza que você começará a enxergar o que antes não via.
Você viverá a cada instante e terá a oportunidade de vivenciar verdadeiramente cada momento. 

Ocorre que estamos sempre correndo, querendo fazer tudo ao mesmo tempo e o mais rápido possível, porém agindo assim não traz produtividade, você inicia diversas coisas e não termina nenhuma, quando termina o dia fica com aquela sensação de que o dia não foi tão bom assim. 

Eu desafio você a despertar, saia do Estado de Zumbi.

Se estiver fazendo alguma coisa finalize ela, não mude de aba no seu computador mantenha a atenção. Iniciou a leitura de um texto finalize ele não deixe para depois. 

Se você chegou até aqui sem se distrair já é um grande avanço ;)

Confesso não é fácil, mas é possível e tenho certeza que começará a enxergar e descobrir um novo mundo que não conhecia, mas que sempre esteve ali.

Herica Ponsiana

Business development executive | Sales Consulting | Professional & Executive Coach |Entrepreneur

Apaixonada e curiosa pela vida

Amo escrever e Viajar 

Acredito que podemos sempre ir além do que imaginamos 

Somos aquilo que pensamos ser 

E sonhos? Podem sim se tornar realidade