Desenvolva pontos fortes com o coaching
Quais são seus pontos fortes? Uma pergunta muito utilizada em entrevistas, empresas, escolas, na sociedade e em relações próximas, como as de amizade. 

No nosso dia a dia, tanto na vida social quanto na profissional, os pontos fracos acabam sendo o foco. Por exemplo, você não se expressa bem, você é difícil de lidar, você não consegue trabalhar em grupo, você não consegue finalizar os trabalhos, não tem foco no trabalho, você chega sempre atrasado. 

É preciso perguntar o seguinte: O que você quer ao invés disso, ao invés de todas essas dificuldades? A resposta deve ser na direção de identificar e edificar os pontos fortes e produzir maiores benefícios ao invés de focar nos erros.

Quando não somos bons em alguma atividade, ou melhor, quando não fomos treinados suficientemente bem para a realização de uma tarefa, é muito fácil apontar a lacuna e cair em um buraco negro de improdutividade (Ueda - Liderança Positiva).

Ao contratar o profissional de coaching, o cliente poderá ser submetido à análise comportamental da ferramenta DiSC, a mais utilizada do mundo. 

O DiSC é um modelo baseado no trabalho do Dr. William Moulton Marston (1893-1947) para examinar o comportamento dos indivíduos em um determinado ambiente. O “D” é de Dominância, “I” de Influência, “S” de Estabilidade e o “C” de Conformidade.

O perfil de Dominância tem como ponto forte começar um projeto, mas seu ponto fraco é não terminar. 

O perfil de Influência tem como ponto forte atuar sobre o comportamento de outras pessoas, valorizando-as e acreditando em seu potencial. Já o ponto fraco é utilizar a influência para manipular pessoas.

O perfil de Estabilidade tem como ponto forte ser um grande executor de tarefas.  Já seu ponto fraco é a dificuldade de alterar sua rotina.

O perfil de Conformidade tem como ponto forte ser detalhista e como ponto fraco o não cumprimento de prazos, atrasando o projeto devido a sua preocupação excessiva, sobrevalorizando detalhes.

No momento que identificamos nosso perfil comportamental, começamos a analisar o tamanho do potencial que temos e também como podemos policiar quando há um obstáculo no nosso comportamento.

Para o aprimoramento do perfil comportamental, o coach pode aplicar o DiSC. A pessoa analisada começa a entender seu comportamento e pode, dessa maneira, ter um relacionamento profissional ou pessoal de “ganha-ganha” e começa a não fazer juízo de valor e nem manipular as pessoas ao seu redor.

Você sabe quais seus pontos fortes? O que te impede de aprimorá-los?



Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade do autor identificado abaixo.