Sabemos que hoje o nosso tempo virou um artigo de luxo. Todos os dias recebemos uma enxurrada de informações e acabamos tirando o foco do que realmente importa. Com a desculpa que não temos espaço em nossa agenda, procrastinamos, nos iludimos com respostas prontas e justificamos nosso fracasso para conquistar o que queremos.

Um estudo liderado por Daniel Gustavson da Universidade do Colorado, divulgado pela Psychological Science, chegou à conclusão que a procrastinação é afetada por fatores genéticos, além da sua ligação com a impulsividade. Nos primórdios, o homem buscava recompensas imediatas, não tinha a mínima noção do futuro e assim, garantia a sua sobrevivência. Já a procrastinação é um fenômeno bem mais recente.

Nossa mente busca o prazer instantâneo, ao imaginar algo lá na frente, podemos adiar nossos projetos. As desculpas e o medo mantêm você refugiado em sua zona de conforto. Para refletir, vale relembrar a cena de um dos filmes da saga Star Wars quando o Mestre Yoda chama atenção de Luke Skywalker: “Tentar não. Faça ou não faça. Não existe tentar. ” Ali, o jovem não crê no mestre sobre a possibilidade de tirar a X-Wing (nave) do pântano por meio da força.

Para deixar de procrastinar só a ação com metas claras e comprometimento para virar o jogo.

7 Dicas para evitar a procrastinação

1- Escreva sua meta, estabeleça um prazo com dia e hora

2- Não deixe de fazer coisas por conta da opinião dos outros

3- Enumere as atitudes que precisa desenvolver para chegar lá

4- Aprofunde seu conhecimento. Use os recursos disponíveis como vídeos no Youtube, TED, inúmeros artigos e teses acadêmicas.

5- Identifique as desculpas que costuma dar (não tenho tempo, eu tenho medo, é muito complicado...) e modifique sua forma de pensar.

6- Pare de se comparar com os outros. Cada um tem uma história, somos seres únicos.

7-Pergunte-se por que você deixa tudo para depois. E tome uma Atitude em relação a isso. Faça a coisa acontecer.



Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade do autor identificado abaixo.