Os sonhadores quando são convidados a realizar, a falar de suas metas e planos de ações para realizá-los, recuam, se acomodam e se retraem, preferindo se esconder atrás do comodismo. Ficar em uma posição por estar bem – ou por supor que está bem - numa determinada situação, é o que costumamos chamar de comodismo. O comodismo não é algo novo, o filósofo alemão Max Weber, em 1905, escreveu em seu livro A Ética Protestante e o Espírito do Capitalismo, uma passagem que bem exemplifica o raciocínio do povo que vivia naquela época.

" [...] o povo só trabalha porque é pobre, e enquanto for pobre. Se o indivíduo tiver que trabalhar mais para poder ganhar mais, ele prefere trabalhar o mesmo tanto para continuar ganhando aquilo que ele já ganhava. Ou seja, a pessoa vai procurar trabalhar o mínimo possível para garantir o seu bom sustento e ter como comer e dormir [...]”.

O preço do comodismo, de uma forma bem simples, é perder a chance de desfrutar uma vida melhor. Quem se acomoda com a situação em que vive, sabendo que tinha totais condições de melhorá-la, está pagando um preço muito caro pelo comodismo, e, mais cedo ou mais tarde, vai ter que arcar com as consequências. E aí já poderá ser tarde demais.

Sair da inércia pode mudar uma vida para melhor e geralmente, as mudanças são boas. E se elas são realizadas dentro de um propósito de melhorar as condições da vida em que vive atualmente, o efeito multiplicador das repercussões positivas é incalculável e está absolutamente fora de nosso controle ou imaginação.
Transforme sonhos em realidade

A tendência dos seres humanos é se acomodar depois de certo tempo. Todos nós tendemos a nos acostumar com a vida e criar uma zona de conforto, apesar de problemas e sofrimentos. Da zona de conforto, passamos para o comodismo, e isso afeta grande parte das pessoas. Quem já tentou mudar hábitos ou melhorar a sua vida, sabe que quem está na zona de conforto há muito tempo tem grandes dificuldades de conquistar o que deseja. Pode ser que faça algumas tentativas, mas logo desiste porque não vê resultado.

O comodismo vem do medo, sentimento que pode nos paralisar. E quando nós encontramos determinado conforto, ou seja, quando chegamos a um ponto em que o medo é controlado, porque já conhecemos tudo e acharmos que “tá tudo legal”, porque se dermos um passo a mais vamos ter medo, vamos resistir à mudança.

Nesse ponto, ocorre um bloqueio, podemos travar, e assim envelhecemos. O fluxo de energia não passa por nós, as coisas não acontecem. Assim, o tempo passa e você se percebe acomodado e aí já é tarde, porque você já está vibrando na energia de acomodação.

Como o coaching pode te ajudar a sair do comodismo?

Para sair da zona de conforto, habitue-se em concentrar em metas ousadas. Escreva as metas todos os dias como se elas já estivessem realizadas. Em seguida, imagine essa meta ousada acontecendo. Escolha outras metas para áreas diferentes da sua vida. Pode ser sua carreira, seus relacionamentos, sua família, seus estudos, suas finanças, sua espiritualidade… Veja quais são as áreas mais importantes para você, escolha-as e defina metas para elas.

Mas tenha sempre o foco na solução, nos resultados, não se prenda nas dificuldades. Visualize os resultados que você está obtendo. Caso você comece a fazer o exercício de criar metas ousadas e depois de algum tempo não consiga atingi-las, não sofra pelo que ainda não conquistou. 

Se você começar a sofrer, voltará a estaca zero, que é reclamar e ter medo. Quando você começa a sofrer por aquilo que sonha, você se torna o sofrimento, e atrai a situação que você não quer para a sua vida. O sofrimento passa a ser a sua energia principal e assim você volta a viver e ser o medo.

Você tem energia para escrever e fazer o que quiser, mas com o medo da vida e das coisas ao seu redor, acaba criando uma barreira, uma contenção em volta de si mesmo para realizar as coisas.Daí a importância do Coaching, pois em todas essas fases você precisa do acompanhamento de um profissional comprometido, que te ajude e te auxilie, para que você siga em frente e “não desista nunca e nem permita que ninguém roube seus sonhos” (agora codificados em metas). E este profissional é o profissional de Coaching.



Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade do autor identificado abaixo.

  0   0

Osvaldo José Cunha

Life Coach

Membro da SLA Coaching com formação Professional Coach e Professional DISC e atuação nas áreas comportamentais (Life Coaching), Construção de Carreira, etc. Graduação em Marketing, Administração e Direito. Conselheiro do CRA. Membro do Conselho de Investimentos da Fundação Eletra. Auditor de Controle de Qualidade ISO 9000 da CELG. Contato: 62 8199-0808. Site: www.osvaldocunhacoach.com.br