“As pessoas mais interessantes que eu conheço não sabiam, aos 22, o que queriam fazer da vida. Alguns dos quarentões mais interessantes que conheço ainda não sabem.” Você deve conhecer bem esses versos, que fazem parte de “Wear Sunscreen”, texto de Mary Schmich, traduzido para o português como “Filtro Solar” e viralizado no Brasil na voz de Pedro Bial.

De fato, você não deve sentir-se culpado porque não sabe o que quer fazer da vida, mas, caso se sinta incomodado por não saber o que fazer, o Coaching Vocacional e de Carreira pode ajudá-lo.


Há quase tantas definições para o serviço quanto instituições que o oferecem. De maneira geral, porém, existe uma concordância que o Coaching é um processo de desenvolvimento humano, uma metodologia de apoio, com foco no alcance de metas. 

O profissional de Coaching (Coach) atua como estrategista e estimulador externo, acompanhando o seu cliente (Coachee) para que ele desenvolva o seu potencial e conquiste a máxima produtividade pretendida, seja no âmbito pessoal ou profissional.


Esteja você em busca de colocação, ascensão ou recolocação no mercado de trabalho, seja qual for a sua idade, o Coach Vocacional e de Carreira é o profissional que vai estimular seu autoconhecimento e desenvolvimento rumo ao sucesso.

Tente responder às seguintes perguntas com assertividade:

- Em que áreas da sua vida você tem investido tempo, dinheiro e energia?

- Qual é o seu grau de satisfação com cada uma dessas áreas?

- Quais são as suas habilidades e competências mais relevantes?

- Quais gostaria de desenvolver?

- Já parou para analisar os seus valores?

- Qual é a sua visão de mundo?

- E a sua missão?

Basicamente, um Coach vai instigá-lo a compreender o seu estado atual, identificar os recursos disponíveis (internos e externos) e combiná-los de forma a alcançar um estado desejado.

Não espere respostas prontas de um programa de Coaching.

Transforme sonhos em realidade
O verdadeiro Coach não vai aconselhar ou fornecer diretrizes para que você alcance os seus objetivos – o nome disso é Consultoria. Ele também não vai compartilhar experiências pessoais durante as sessões – o nome disso é Mentoring. O processo de Coaching é totalmente centrado no cliente, que deve chegar às próprias conclusões e tomar decisões que o aproximem da sua meta.

As vantagens desta abordagem? Empoderamento. 

Finalizado o ciclo de sessões, é comum o Coachee relatar que se sente diferente, transformado. Em geral, mais confiante (não apenas no que diz respeito a assuntos diretamente relacionadas à sua meta). Isso acontece porque, mais do que realização, Coaching é conscientização, descoberta e aprendizado. É construir o caminho, e não simplesmente segui-lo.

Afinal, o que você quer fazer?

“Trabalhe com o que gosta e não terá que trabalhar um dia sequer na vida.” Confúcio



Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade do autor identificado abaixo.