Foco é a atenção, e o que você focaliza se expande rapidamente. Em palestras ressalto que não existe a falta de foco, aliás somos seres com muito foco e capacidade de projetar a nossa atenção a determinado fato, objeto, ação e o que mais seja relevante para nós. A questão central não está atrelada ao foco diretamente, mas sim no direcionamento intencional ou não do que nos parece o mais importante. Nesse sentido, temos: O seu foco está em conteúdo relevante ou irrelevante? A sua energia sensorial está ressonante com o sucesso ou com o fracasso sobretudo alheio? Aonde você repousa os seus pensamentos? Em problemas, adversidades ou na solução? O ser humano tem a necessidade do crescimento e crescimento é expansão! Logo, para crescermos na direção que desejamos, no sentido do sucesso e satisfação, precisamos modelar os nossos pontos de atenção diários para que isso se desenvolva ao nosso favor. Em uma era de distrações, é fundamental aplicarmos e desenvolvermos alguns filtros, como o da permissão. Esse filtro é um importante e poderoso apoiador diário, sendo totalmente ou parcialmente aplicado.
Diante dos acontecimentos diários observe o que chega a sua mente, e classifique imediatamente como: É relevante? Ou irrelevante? É uma solução? Ou Problema? Me apoia ao sucesso ou é desmotivador?
Os seus pensamentos foram feitos sempre para lhe favorecer ao crescimento, e através do filtro fazemos a seleção do que é o melhor em um processo consciente e nesse sentido reafirmamos o foco na solução, mais também transferimos sentido, motivação e sustentação para aquele foco renovado.
Através desse exercício retomamos a liderança dos pensamentos, focando aonde escolhermos, aprendemos a remodelar alguma crenças limitante ou herdadas, gerando assim confiança, autovalorização. É uma jornada de mudança na certeza que estaremos diante do melhor e com o foco sempre na solução.


Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade da autora identificada abaixo.