Ouvir atentamente fará toda a diferença, por exemplo: - “Eu quero casar! ”, ao invés de simplesmente questionar “por quê”, abordaremos da seguinte maneira-: “O que realmente significa casar para você? ”, veja que existem várias possibilidades de resposta:

· Tem um parceiro sexual constante

· Mostrar para sociedade o meu sucesso

· Seguir uma ordenança religiosa

· Garantir futuros herdeiros

· E muitas outras respostas

Ao adentrarmos na esfera do significado, cria-se a possibilidade expressão de maneira mais agradável e, não obstante, ela fornecerá uma série de fatos sobre o lado pessoal de quem está falando. Talvez, a partir das novas informações na conversa, o “Por quê” tenha maior eficiência. Nota-se que sem ouvir atentamente não será possível perguntar o que significa, e essa é uma oportunidade única de abrir novos caminhos nos relacionamentos diários e evitar o conflito. Nesse momento nós passamos para um outro nível de percepção, estamos acessando as crenças e valores do outro. É como colocar os “óculos” da vida dele, e compreender a mesma realidade de outro ponto de vista.

Mas não era caminhos para autoanálise? Pois bem, chegamos lá, a proposta apesar de simples, é muito poderosa. Antes de tomar uma decisão você se fará algumas perguntas e responderá numa folha de papel, tomemos como exemplo novamente: “ Eu quero casar”

· O que eu realmente sei sobre casar e estar casado?

· O que realmente significa casar e estar casado?

De posse das respostas, faça mais uma pergunta:

· Por que eu quero casar afinal?

Se começar a pôr em prática esse exercício, parabéns! Você acaba de preencher mais uma etapa sobre a linda jornada de saber quem você é.

Continua



Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade do autor identificado abaixo. 

  0   0

Silas dos Santos Coelho

Life Coach

Professional Coach , Analista DISC e Palestrante Motivacional. Músico Pianista e Acadêmico de Direito.