O processo de Coaching precisa ter como clientes profissionais que estejam realmente dispostos a fazer um esforço sincero para mudar e que acreditam que a mudança os ajudará a se tornarem líderes melhores. Os clientes mais bem sucedidos são os profissionais comprometidos com o objetivo de se tornarem grandes modelos de atuação no desenvolvimento da liderança e na vivência dos valores de suas empresas.

A habilidade do Coach de ouvir e dar um feedback honesto é crucial na manutenção do diálogo com base na realidade, e não na suposição fabricada ou em opiniões sem fundamento. Coach e profissional precisam concordar sobre como separar fatores temporários e situacionais dos inerentes e que demandam atenção.

O Coaching retoma o compromisso com a realidade do cliente, inspirando ao planejamento de ação detalhado e acompanhamento voltado para o âmbito do trabalho, o ponto final do coaching envolve, invarialvelmente, o planejamento do profissional para experimentar novos comportamentos, trazendo a ele consciência e responsabilidade para novos resultados, assim o coaching é mais bem definido por um processo contínuo ou sistema durável, não apenas como um evento único.

Quando toda a organização está engajada o coaching se torna estratégico, além disso numa organização voltada para as técnicas modernas, o coaching de equipe e o desenvolvimento do pensamento estratégico podem se associar.

O coaching oferece ao profissional oportunidade de ouro para retroceder e refletir sobre seu desenvolvimento pessoal, durante o tempo precioso no processo o cliente consegue libertar-se por algum tempo da pressão do cargo e pensar apenas em si, conseguindo ter tempo para analisar mais friamente e proativamente questões mais gerais num contexto mais amplo.

Para que os profissional possam aprender e se desenvolver no trabalho, precisam primeiramente compreender onde estão na carreira e na vida, essas reflexões podem estimular o individuo a  ir em frente e se voltar para novas estratégias.

Na medida em que o coaching sensibiliza as pessoas para refletirem e agirem de maneira mais objetiva, mostra mais um vez sua natureza estratégica, favorecendo o alinhamento entre organização e as pessoas que a compõem. Numa equipe mais sênior acaba sendo um recurso prático para desfazer eventuais bloqueios.

Numa era em que a liderança está substituindo o gerenciamento, e o aprendizado, a instrução, o coaching está emergindo como a face acessível da estratégia. O Coaching tem o poder de dar vida a estratégia e portanto de funcionar na prática. É congruente com o modo como queremos e temos de trabalhar, um método que respeita as pessoas como individuo, não meramente peças de uma engrenagem da máquina empresarial, por isso o coaching vem evoluindo como veículo natural para o crescimento profissional e logo empresarial.
Transforme sonhos em realidade



Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade do autor identificado abaixo.

  0   0

Bruno Ferreira

Master Coach

Master Coach Trainer da SLAC - Sociedade Latino Americana de Coaching e IAC, possui certificação internacional em Professional Master, Executive, Life, Leader e Team Coach, Analista Comportamental Disc e de Competências, Practitioner em PNL pela Sociedade Brasileira de Programação Neurolinguística. MBA em Gestão Empresarial e Coaching.