Diante das mudanças político governamental, econômicas, de ampla e acirrada concorrência, de evolução tecnológica e comportamental, as incertezas no mundo corporativo tem exigido de seu quadro de ativos, profissionais de alta performance, motivados e que trabalhem por resultados. Uma tomada de decisão realizada de forma súbita e errônea certamente comprometerá todo o futuro organizacional.

Nas empresas privadas, essa exigência é cada dia mais visível e em tempos de dificuldades político orçamentário-financeiro ao qual o Brasil enfrenta, atualmente, conseguir manter-se, e o mais difícil, crescer no mercado de trabalho passou a ser luta constante.

Essa concorrência se equivale para os trabalhadores. Profissionais formados, com currículo invejável já não tem a garantia, nem a certeza de que permanecerão empregados e nem por quanto tempo. 

No segmento da administração pública, a certeza de estabilidade profissional também está ameaçada. Servidores públicos são avaliados periodicamente por chefias e colegas de trabalho quanto à sua eficiência no trabalho, os salários-base são considerados baixos pela formação acadêmica exigida para o cargo e boa parte, recebem por produtividade. Já se cogita elaboração de projetos de lei que possibilitem a demissão, voluntária ou não, a diminuição de salários e a aposentaria compulsória, o que diminuiria o custeio governamental.

De toda sorte, tanto profissionais de órgãos públicos quanto de empresas privadas se veem na condição de trabalhar e de estudar muito, buscando por formação “strictu sensu” cursos de línguas e outros diferencias competitivos.

A metodologia de Coaching tem sido um desses diferenciais. O Coaching no Brasil ainda é relativamente novo, mas tem demonstrado resultados altamente positivos para os profissionais que atuam e para as empresas que a implementaram.

A princípio, quem procura um Coach, são pessoas ou empresas que já têm consciência de que algo não está caminhando bem, e que uma orientação se faz necessária naquele momento. São empresários, empreendedores, treinadores, gerentes de projetos, consultores, executivos da área de Gestão de Pessoas, que individualmente ou representando a própria empresa ou que nelas atuam, veem a necessidade de desenvolver-se pessoal e profissionalmente, a fim de aprimorar suas habilidades e comportamentos, e assim manterem-se no mercado de trabalho atingindo resultados positivos constantes.

Visando conhecer um pouco mais sobre o tema “Coaching”, o presente artigo tem como objetivo fazer uma síntese teórica do assunto, tratar da sua definição, quais os benefícios, aplicabilidade/formalização da contratação e finalmente, seu desenvolvimento e resultados.

O interesse para tratar do presente assunto surgiu a partir do curso Professional Coach Certification, realizado recentemente, promovido pela SLAC - Sociedade Latina Americana de Coaching.

DEFINIÇÃO: O QUE É COACHING?
O Coaching é um processo onde o Coach (profissional) apoiará o seu Coachee (cliente) na identificação e/ou criação de uma meta (pessoal ou profissional), embasado numa metodologia cientificamente comprovada, através de sessões previamente acordadas, e que ao longo das mesmas, irão desenvolver/aprimorar no cliente, habilidades, capacidades e competências com o foco de alcançar ou aproximar o cliente da meta inicialmente proposta.

Deve-se ressaltar que toda meta deve ter uma data estabelecida. Não havendo uma data, essa ainda não pode ser considerada uma meta, mas sim, um sonho, afirma Mike Martins, Diretor do Núcleo de Relações Internacionais da Slac (Sociedade Latino Americana de Coaching), apresentado em um video na página do You Tube, intitulado "O que é Coaching".

Num primeiro momento, se o cliente descobrir que não tem uma meta bem definida, considerando que não existe uma data estabelecida para a sua realização, o Coach irá apoiá-lo a definir a sua meta, através de algumas metodologias práticas e muito bem expostas ao cliente, onde perguntas claras e objetivas, fatos e evidências percebidas pelo Coachee possibilitarão a clareza e a identificação de sua meta.

BENEFÍCIOS DO COACHING:
Os diversos benefícios que podem ser alcançados ao longo do processo de coaching são:
- Ter uma meta mais bem definida ou descobrir qual é a meta;
- Perceber que os pensamentos ficam mais claros e objetivos;
- Buscar potencializar as qualidades (pontos fortes) e trabalhar os pontos fracos;
- Melhora gradual na otimização das ideias;
- Organização mais eficiente do tempo;
- Definição de prioridades;
- Aprender a minimizar e a enfrentar os obstáculos;
- Identificar e resolver problemas e conflitos identificados;
- Ter resultados positivos mais rápidos;
- Ter maior rentabilidade e segurança no negócio;
- Aumento gradativo na performance pessoal;
- Evoluir para uma equipe de trabalho mais dinâmica e assertiva.

APLICABILIDADE/FORMALIZAÇÃO DA CONTRATAÇÃO
O ciclo do processo de Coaching entre o Coach e Coachee poderá a critério de cada profissional, ter duração total e temporal diferentes, no entanto, a fim de se obter resultados positivos para ambas as partes, uma sugestão a ser proposta é que a relação entre ambos tenha uma duração de cerca de 3 meses ou 12 semanas, com sessões preferencialmente semanais e que tenham duração entre 1:10 hora a 1:20 hora cada sessão, realizadas pessoalmente.

Essa metodologia faz com que o Coach trabalhe com seu cliente com uma meta a curto prazo, mais palpável, que possa ser visualizada mais facilmente pelo Coachee, incentivando-o a desenvolver o plano de ação definido na última sessão.

Sessões muito distantes uma das outras podem tirar o foco do cliente, que muitas vezes, por compromissos diversos de seu dia a dia, postergam a execução do plano de ação proposto.

A confecção de um contrato de prestação de serviços que tenham, obrigatoriamente, os valores definidos, formas de pagamento, tempo de aplicabilidade da prestação de serviço, responsabilidades do contratante e do contratado, a aplicabilidade da confidencialidade das informações fornecidas pelo Coachee e rescisão de contrato extra-temporal são alguns dos incisos imprescindíveis a fim de se dar segurança a ambas as partes, bem como o direito ao contraditório e ampla defesa judicial, se houver.

DESENVOLVIMENTO E RESULTADOS
Certos da contratação, Coach e Coachee passam a ter um compromisso entre ambos. É de grande relevância afirmar que o Coach precisa ser um profissional ético, que transmita segurança, confiança ao seu cliente, que saiba ouvir e que, sobretudo, tenha habilidade para se expressar, falar claramente com o coachee, que o apoie no momento que julgar necessário, sem, no entanto, influenciar nas afirmações ou decisões que seu cliente estiver tomando.

Tendo o cliente identificado a sua meta, o Coach passará a apoiá-lo, através de diferentes metodologias práticas, aplicadas a cada sessão, com perguntas claras e objetivas, com o propósito de fazer com que o cliente descubra por si só, quais são as suas competências, seus pontos fortes e pontos fracos, que características intra e interpessoais o ajudam ou o atrapalham no desenvolvimento de suas atividades, o que é preciso aprimorar ou mudar e que ações são necessárias para que ele possa chegar mais próximo da sua meta a cada sessão.

A cada sessão realizada, o coachee sairá da sessão com um plano de ação para trazer para a próxima sessão, atentando-se que a meta tem um prazo a ser cumprido, que é o período de contratação da prestação de serviço de coaching, preferencialmente.

Na sessão seguinte, o Coach verificará se o plano de ação foi executado pelo seu cliente, quais os resultados alcançados por ele, que fatos e evidências o levaram a fazer/ atingir aquela ação, como ele está se sentindo naquele momento e conforme resultados alcançados, aplica-se nova metodologia a fim de dar prosseguimento ao alcance da meta.

Em caso de resultados negativos obtidos pelo cliente, como por exemplo, não ter realizado o plano de ação durante o período proposto, a tendência é que o cliente se sinta frustrado ou mesmo irritado consigo mesmo, é importante que o Coach mude o foco do desanimo para um fator positivo, fazendo perguntas importantes para mudar isso e o leve pensar em novas possibilidades de acertos ou de novas ações a serem desenvolvidas.
O acompanhamento ou follow-up como também é conhecido, é imprescindível, é nele que o Coach irá apoiar o seu cliente a não fugir da sua meta.

A grande sacada da metodologia Coaching é tratar tudo visando olhar, perceber, sentir e expressar as informações de forma positiva (como uma ação influenciou positivamente, como uma decisão ajudou, quais resultados positivos foram alcançados), pois o Coaching é uma metodologia lógica e totalmente estruturada em afirmações e informações reais do seu cliente.

Conforme as sessões forem acontecendo e os planos de ações forem sendo executados pelo Coachee, este, perceberá uma melhoria no desenvolvimento de seus recursos internos, de seus comportamentos e das suas competências pessoais e que forma isso o leva para mais próximo da sua meta.

Os resultados positivos que podem ser alcançados com a metodologia Coaching, quando bem aplicada pelo Coach e bem executada pelo Coachee é o alcance da meta e consequentemente, realização e rentabilidade pessoal e/ou profissional.

BIBLIOGRAFIA
- PCC: Professional coach certification: livro de metodologia/coordenação editorial Sulivan França. 1º ed. São Paulo: SF Treinamentos e Editora Ltda, 2014.
- Imagens da organização: edição executiva/Gareth Morgan; tradução Geny G. Goldschmidt. 2ª ed. 8.reimpr. São Paulo: Atlas, 2011.
- Como elaborar projetos de pesquisa/ Antônio Carlos Gil. 5ª ed. – São Paulo: Atlas, 2010.



Transforme sonhos em realidade
Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade da autora identificada abaixo.

  0   0

Cristina Massae Nakamura

Life Coach

ESPECIALISTA EM ADMINISTRAÇÃO E ESTRATÉGIA EMPRESARIAL E BACHAREL EM ADMINISTRAÇÃO. SERVIDORA PÚBLICA FEDERAL, ADMINISTRADORA NO INSTITUTO FEDERAL DE MATO GROSSO - CAMPUS PONTES E LACERDA DESDE SETEMBRO DE 2008. ATUALMENTE TRABALHO NO SETOR DE GESTÃO DE PESSOAS DO CAMPUS. PCC - Professional Coach Certification - SLAC - Sociedade Latino Americana de Coaching.