Vocês já observaram como as crianças reagem quando visualizam bolhas de sabão? Elas ficam empolgadas correndo e pulando para pegar as bolhas, até que a bolha estoura e ela fica meio sem saber o que fazer. Daí, aparece outra bolha, repetindo o mesmo processo, até que se cansa e procura por outra brincadeira.

E nós, adultos, quantas vezes agimos como a criança atrás da bolha de sabão em nossa vida pessoal, profissional ou mesmo nos relacionamentos? Algo nos atrai, dispusemos energia para correr atrás e de repente não era tão legal assim, porque era frágil demais ou muito distante da realidade. 

Nessa analogia, o que podem ser as bolhas de sabão que você corre atrás?

Quando nos encantamos pelas "bolhas de sabão" estamos perdendo o foco, muitas vezes "ao terminar a brincadeira" nem nos lembramos mais o que pretendíamos no início, partimos para outra e assim abandonamos atividades, planos, sonhos pelo meio do caminho. 

O nome disso é procrastinação. Muitas pessoas passam a vida a procrastinar, deixam de colocar sonhos e planos em ação, tornando-se insatisfeitas e estressadas. E como podemos nos tornar pessoas mais eficientes, felizes e realizadas?

Nossas escolhas e modos de agir são construídas ao longo de nossa história de vida, ou seja, são baseadas em nossas aptidões, convicções e crenças. Esses três pilares relacionam-se o tempo todo e vão desenhando nosso comportamento, de acordo com a situação um deles pode sobressair, na maior parte do tempo agimos no automático e não percebemos essas ligações.

Ter maior consciência sobre ações e escolhas, significa sair desse modo automático, é refletir sobre o que te faz agir de determinada forma - é por algo que acredita (crenças), uma convicção (valor) ou por ser algo natural (aptidão). 

Quando conseguimos alcançar essa consciência passamos a controlar melhor a relação desses pilares e consequentemente nossas ações. Conseguimos que eles "trabalhem" para atingirmos nossos objetivos, alinhamos talento e ação. Deixamos de nos encantar com as "bolhas de sabão" que nos impedem de alcançar os objetivos.

No livro “O Óbvio que Ignoramos”, o autor Jacob Petry apresenta o Conceito de Kelleher, que tem por objetivo direcionar nossas escolhas para um fim específico e definido previamente. Assim, ele prioriza nossas ações e elimina devaneios que desajustam nosso foco. 

Ele cita algumas histórias de sucesso de pessoas conhecidas por terem alcançado um desempenho extraordinário, em qualquer área, percebemos que elas tinham total clareza daquilo que buscavam e por isso não se deixaram encantar pelas "bolhas de sabão."
Transforme sonhos em realidade



Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade do autor identificado abaixo.