Atinja o seu verdadeiro potencial
Você sabia que segundo o autor do livro Inteligência Positiva, Shirzad Chamine, apenas 20% dos indivíduos e equipes alcançam o seu verdadeiro potencial? Os demais 80%, ainda de acordo com Chamine, desperdiçam muito tempo e energia vital. Incrível, não é mesmo?

Você deve estar se questionando como fazer para melhorar sua performance na vida pessoal e profissional, não é mesmo?
 
Para que isso aconteça é necessário ter inteligência positiva, que consiste em ações e resultados. Suas ferramentas e técnicas são uma síntese das melhores práticas em neurociência, ciência organizacional, psicologia positiva e coaching.
 
A inteligência positiva mede a força relativa dos dois modos da mente: ela agindo como “sábia” e como “sabotadora”. Uma inteligência positiva alta significa que sua mente age como sua amiga bem mais do que como sua inimiga. 

Sendo assim, a inteligência positiva é uma indicação do controle que você tem sobre sua própria mente e quão bem ela age em seu próprio benefício.
 
Vamos ilustrar sua mente agindo como “sábia” ou amiga. Supondo que amanhã você tem uma reunião muito importante, e sua mente diz que você deveria fazer o seu melhor para se preparar para esta reunião, ela está agindo como sua amiga. 

Quando ela o acorda às três horas da madrugada, ansiosa por causa deste compromisso e repetindo em disparada pela centésima vez as muitas consequências do fracasso, está agindo como sua inimiga, pois gera ansiedade, te fazendo sofrer sem qualquer valor compensado. Algum amigo faria isso?
 
O quociente de inteligência positiva (QP) é sua pontuação de inteligência positiva, expressado em percentual, indo de 0 a 100. Na prática, seu QP é a porcentagem de tempo em que sua mente age como sua amiga ao invés de inimiga. Um QP de 75% significa que sua mente age em seu favor durante aproximadamente 75% do tempo e sabota você os 25% restantes.
 
Cerca de 80% das pessoas e equipes pontuam abaixo da marca de virada crítica, que para Chamine é um QP de 75 e, segundo o autor, é por deixar ser puxado para baixo pelas dinâmicas internas da sua mente, que os indivíduos ficam longe de atingir o seu verdadeiro potencial de sucesso e felicidade.
 
Os sabotadores são os inimigos internos, um conjunto de padrões mentais automáticos e habituais, cada um com sua própria voz, crença e suposições que trabalham contra o que é melhor para você. A questão não é se você os tem, mas quais tem e o quão forte eles são.
 
Existem 10 tipos de sabotadores: o crítico, o insistente, o prestativo, o hiper-realizador, a vítima, o hiper-racional, o hipervigilante, o inquieto, o controlador e o esquivo.
 
E se você pudesse melhorar significativamente uma coisa importante na sua vida pessoal e profissional, o que seria?
 

 
Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade do autor identificado abaixo.