Observamos com frequência a utilização da palavra assertividade relacionada ao acerto. Porém, o conceito de assertividade vai além, remete à postura comportamental diante das pessoas e do ambiente, principalmente o profissional. Não deve-se confundi-la com o que é certo ou errado; está relacionada à maneira na qual o individuo defende e expõe as suas ideias ou se posiciona diante de situações diversas.

Assertividade é a capacidade que o indivíduo possui de se posicionar de maneira objetiva, transparente, clara e direta. Pessoas assertivas demonstram firmeza de posicionamento e de convencimento. Ser assertivo é dominar a habilidade de dizer sim ou não em momentos críticos sem parecer ser agressivo ou passivo.

Saber lidar e dosar a assertividade com sabedoria requer trabalhar o desenvolvimento dessa competência comportamental tão importante no mundo dos negócios e, por que não dizer, do mundo pessoal. Tomar a consciência e trabalhar a assertividade respeitando os seus limites é o maior desafio para o indivíduo atingir a maturidade.

Um bom exemplo de assertividade:

Imagine você entrando num shopping com o seu veículo onde o estacionamento está  “super lotado”.  Aguarda pacientemente uma vaga por muitos minutos. Uma vaga finalmente se abre e você se prepara para ocupá-la. De repente, surge um veículo, você não sabe de onde, e ocupa a sua vaga sem respeitar a sua prioridade. Como você reage nessa situação?

1 - Age de forma passiva deixando o oportunista ocupar tranquilamente a sua vaga porque não quer entrar em conflito. Aceita passivamente a situação saindo de “fininho” procurando outra vaga? Se essa é a sua decisão, embora pareça ser a mais inteligente, você não está sendo assertivo – está sendo passivo.

2 – Age de forma agressiva saindo do seu veículo enlouquecido e parte para o confronto com o oportunista provocando o maior tumulto no estacionamento do shopping? Se essa é a sua decisão exacerbada, você  também  não está sendo  assertivo – está sendo agressivo.

3 – Agir com assertividade é utilizar sua capacidade para levar o oportunista a entender, de forma convincente, firme, objetiva e educada, que aquela vaga era sua, tinha prioridade sobre ela e que ele, de repente, poderia não ter observado o seu veículo na espera e, portando, deveria deixar o local como uma pessoa civilizada e justa.

Levando a falta de assertividade para o mundo corporativo, imagine um executivo se posicionando, diante de um grupo, de forma agressiva contra um projeto de um de seus pares. O executivo com assertividade pode até não concordar com o projeto. Porém, deve fazê-lo de forma elegante e convincente, sem ferir o outro, solicitando ao grupo para que avalie o seu projeto que, a exemplo do outro, traz opções adicionais que poderiam ser consideradas.

Pessoas assertivas são pessoas autênticas, seguras, persuasivas, objetivas e elegantes no trato de temas críticos. Independente da situação, ambiente, momento e estado emocional.

O que você ganha e o que você perde não sendo assertivo? 


Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade do autor identificado abaixo.