Objetivo: Identificar, estabelecer e fazer acordo sobre objetivos específicos, bem como sobre medidas de sucesso para o programa, a fim de que as necessidades do coachee e do cliente sejam atendidas.

  1. O coach declara o propósito da sessão e pergunta ao coachee se ele tem objetivos adicionais.Se as necessidades do coachee não mudaram a natureza da sessão, o coach começa por perguntar ao coachee quais são seus objetivos para o programa de coaching. Isso pode duplicar parte da reunião inicial. Nesse caso, certifique-se que os objetivos para o programa de coaching. Isso pode duplicar parte da reunião inicial. Nesse caso, certifique-se que os objetivos não mudaram. Em seguida, leve para a discussão as várias fontes das quais os objetivos podem emergir:
  • A percepção do cliente (por exemplo, o diretor de Recursos Humanos).
  • A percepção do chefe direto do coachee.
  • Retorno dado ao coachee.
  • Os objetivos de negócios presentes do coachee.
  • A visão de carreira do coachee.
  • Avaliações recentes de desempenho e planos de desenvolvimento pessoal.
  • Iniciativas estratégicas e programas de mudança na organização;

Todos eles podem nortear os objetivos do coachee. O retorno dado ao coachee pode vir de fontes, como pesquisas amplas como a avaliação 360 graus e entrevistas conduzidas com os subordinados do coachee e o gerente de linha.

  • O próximo passo é identificar as medidas do sucesso do programa.
  • Se for necessário manter uma terceira pessoa informada, como o cliente ou gerente de linha do coachee, enviar então uma cópia dos objetivos do acordo para ela, para concordância e retorno, é um passo apropriado. Pode ser que haja um conjunto de objetivos públicos e um ou dois objetivos privados compartilhados apenas entre o coach e o coachee. Trata-se de uma prática legítima, na medida em que o coach e o coachee concordavam que a obtenção de tais objetivos contribuirá para a produtividade do coachee da empresa cliente.
O passo final é verificar se todos os objetivos são alcançáveis a tempo e no número combinado de sessões. Sessão 2


Myles Downey, em Coaching Eficaz, editora CENGAGE Learning, 3ª edição, 2010