O que é autocontrole?

O autocontrole faz com que a pessoa não seja refém dos seus próprios sentimentos e é uma característica essencial para um líder de sucesso. Trata-se de um atributo valioso para se estabelecer um ambiente de confiança, porque quem tem o controle dos sentimentos e reações é mais propenso à reflexão e ponderação, adapta-se com facilidade às mudanças e tem maior capacidade de dizer não aos impulsos.

O autocontrole é uma das características da inteligência emocional, e ajuda a influenciar o ambiente sem se deixar influenciar por ele, nem permitir que outras pessoas controlem suas emoções.

Como desenvolver a inteligência emocional?

O ser humano possui duas “feras” dentro de si em disputa permanente por espaço: a razão e a emoção. Esse duelo só será vencido por aquela que mais recebe força ou é valorizada. Por isso, a pessoa com bom autocontrole desenvolve bem a capacidade de alimentar a fera certa, no momento certo, de maneira que ela trabalhe a seu favor e a conduza em direção aos seus objetivos.

De acordo com a psicologia, temperamento não é um destino, mas sim uma escolha. Controlar as emoções é uma decisão, porque o ser humano é capacitado para pensar, refletir e agir intencionalmente, para que suas emoções o leve para lugares e resultados melhores.

Contudo, o autocontrole não pode ser confundido com apatia, frieza ou insensibilidade. As pessoas conhecidas por serem emocionalmente inteligentes devem se manter participativas, afetivas, envolventes e emocionais, apesar de terem o autocontrole adequado para ficarem focadas em seus objetivos e escolherem as melhores respostas e o melhor comportamento para cada situação.

Atenção aos sinais

Marco Fabossi, no livro Coração de Líder, dá algumas dicas para ajudar as pessoas a manter a emoção sob controle, como, por exemplo, perceber os sinais. De acordo com ele, é perceptível quando as emoções tentam dominar o indivíduo, as mãos suam, as pernas bambeiam e dá frio na barriga.

É preciso contar até dez ou mil antes de falar ou reagir, ganhando tempo para refletir sobre a maneira mais inteligente de reagir. Uma boa opção é se afastar temporariamente da situação para oxigenar as possibilidades de lidar com o problema e também se projetar para fora dele.

Quando retornar para o problema, estará com a mente mais arejada e poderá refletir melhor sobre a situação.