As sugestões são um grupo de habilidades diferente da geração de entendimento/aumento de consciência, uma vez que envolve as habilidades quando o coach decide colocar informações, em vez de obtê-las do player. No dicionário Chambers, a definição da palavra “propor” é dada como “colocar à frente ou exibir, trazer à atenção de si ou de outrem”. A última parte da definição é particularmente apropriada, já que reconhece que, enquanto o coach pode, por exemplo, fazer uma sugestão, o player não é obrigado a incluí-la no seu pensamento ou agir com base nela. Propor não é impor. Deixe-me lembrá-lo da intenção ao fazer proposições: disponibilizar para o player observações, conhecimento, experiência, inteligência, insights, intuição e sabedoria do coach. Contudo, o resultado é, ao fim, o mesmo da geração de entendimento/aumento de consciência: ajudar o player a entender melhor a si mesmo e sua situação para que possa tomar melhores decisões. Seguem as habilidades específicas da proposição: . Dar feedback . Fazer sugestões . Aconselhar . Dar instruções . Desafiar . Evocar criatividade . Transparência   Myles Downey, em Coaching Eficaz, editora CENGAGE Learning, 3ª edição, 2010. Sulivan França Atual Presidente da Sociedade Latino Americana de Coaching, Sulivan França é Master Coach Trainer por meio da International Association of Coaching Institutes, possui licenciamento individual conferido pelo Behavioral Coaching Institute (BCI) e credenciamento individual junto a International Association of Coaching (IAC) além de Master Trainer por meio da International Association Of NLP Institutes. Siga-me no GOOGLE+