-Eliciar as idéias e soluções do aprendiz sem impor a sua -Ajudar o aprendiz a priorizar suas próprias necessidades de aprendizagem -Hábil na arte de questionar -Bom controle do tempo durante o Coaching -Provê estrutura para o programa de Coaching -Oferece confidencialidade total -Consegue suspender suas próprias crenças e valores durante o Coaching -Desafia o aprendiz -O Coach separa tempo para seu próprio aprendizado e desenvolvimento -Mantém anotações precisas do Coaching -Escuta ativamente -Usa descobertas pessoais adequadas à instrução do cliente -Estimula feedback e crítica do cliente -Encoraja o cliente a estabelecer metas atraentes e irresistíveis -Estabelece rapport -Desenvolve empatia com o cliente -Reserva tempo para o Coaching -Oferece feedback específico quanto aos comportamentos e ações do cliente -Estabelece e adere a contratos claros de Coaching -Encoraja o cliente a estabelecer metas desafiadoras -Conhece os limites da própria experiência e habilidade -Mantém consideração incondicional pelo cliente -Encoraja o cliente a ter domínio e responsabilidade por seu próprio aprendizado -Aceita feedback e crítica do cliente com integridade -Demonstra interesse genuíno pelo que o cliente está tentando alcançar -Fornece feedback honesto e construtivo -Versátil no uso de modelos e ferramentas de Coaching -Só oferece suas próprias idéias quando o cliente está paralisado -Aborda as questões do relacionamento no Coaching prontamente se elas surgirem -Cumpre horários combinados Sulivan França Atual Presidente da Sociedade Latino Americana de Coaching, Sulivan França é Master Coach Trainer por meio da International Association of Coaching Institutes, possui licenciamento individual conferido pelo Behavioral Coaching Institute (BCI) e credenciamento individual junto a International Association of Coaching (IAC) além de Master Trainer por meio da International Association Of NLP Institutes. Siga-me no GOOGLE+