Não há um modelo fixo. Existem padrões que desenham a felicidade voltados ao capitalismo, onde ter algo é o que o deixaria mais feliz, ou convenções sociais que estipulam padrões como a felicidade estar ligada ao casamento ou a ter filhos…
Estes estereótipos não são sinônimo de felicidade. Ser feliz é algo subjetivo. Alguns descrevem um momento feliz estar meditando, outros estar rodeados de amigos, assim a psicologia não prescreve o que é certo ou errado, apenas te auxilia em pontos-chave que o levarão a uma felicidade plena.
O que te faz feliz? Não se preocupe se não conseguiu responder de bate pronta, a maioria das pessoas não conseguem.
O que de fato pode te deixar mais feliz é emanar emoções positivas relacionadas a vida como gratidão, esperança, orgulho, satisfação, amor, entre outros. Parece clichê, mas vou te explicar. As emoções positivas devem estar presentes em mais de 67% do seu dia, assim estas emoções devem se relacionar com o passado, presente e futuro.
Exemplo: Devemos ser gratos ao que passou, no presente podemos sentir satisfação, ou buscar atividades que nos faça sentir assim, para o futuro podemos ter esperança.
Autoconhecimento é a chave para a felicidade. O que te gera emoções positivas ou negativas? Preferimos levar uma vida mecânica.
Exemplo: dizem que para ser feliz devemos ser um grande executivo. Aí você vai em busca disso, porém, após alguns anos descobre que para você isso é insignificante. Isso explica porque alguns mudam de profissão após anos de dedicação.
Se conhecer dá trabalho, olhar para dentro de si não é fácil, mas só assim saberemos o que gera tais emoções, o que realmente é importante para nós. Só assim podemos alcançar a tão sonhada felicidade.
Atente-se, caso você não esteja vivenciando um presente regrado de emoções positivas, reveja. Talvez o que buscou até agora não é o que te importa. Talvez tenha conquistado algo imposto pela sociedade, mas não é o que te faz bem. Não tenha medo da mudança, saia da zona de conforto. Busque o que te leva as emoções positivas. Nunca é tarde para ser feliz, mas para isso devemos nos conhecer e saber o que realmente importa.
Existem aqueles que não conseguem sentir emoções positivas em nada que vivencia, isso pode estar ligado à sua maneira de funcionar, a maneira que a pessoa aprendeu a viver. Sabe aquelas pessoas que nunca visualizam o positivo das coisas? Para elas realmente isso pode ser parecer utopia.
No passado a psicologia era mais focada em tratar doenças, mas na atualidade ela vai além, atuando de maneira preventiva, e principalmente focando na promoção de bem-estar por meio de autoconhecimento, te auxiliando nesta busca. Se você anda confuso, não sabe o que é importante para você, se não consegue olhar para o passado e sentir emoções positivas busque se conhecer. Um psicólogo ou um coach pode facilitar esse processo.



Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade da autora identificada abaixo.