Consultamos todos a nossa volta, pesquisamos em livros, pedimos conselhos e até buscamos na internet explicações. Mas, na verdade, encontraremos as respostas, somente quando entrarmos em contato com nós mesmos. Por exemplo, chega o momento da carreira, em que você pensa que mudar de emprego é a melhor opção. Sua mãe diz que não, pois, você vai ter que recomeçar em uma nova empresa; seu pai te apoia, pois é preciso arriscar; seu marido diz que vai ser difícil, mas é preciso tentar; seu colega diz que você é doido por trocar de empresa e, no fim, a dúvida só aumenta.

Quero lhe fazer um questionamento importante: E o seu coração? O que ele diz? Não almejo, com isso, dizer que conselhos, pesquisas e leituras são inúteis. As opiniões dos pais, amigos e companheiros, possuem bastante relevância. Entretanto, vislumbro que as pessoas se atentem para o fato de que as nossas escolhas precisam condizer com a nossa essência acima de tudo.

Nem sempre é fácil descobrir o caminho certo, pois muitas vezes, estamos focados no que margeia nossos sentimentos, nas experiências alheias ou em algo que ofereça suporte para uma decisão segura. Afinal, quem vai assumir as consequências em transformar ou em permanecer onde está: é você. Por isso, é necessário refletir e alcançar o silêncio, permanecendo em sintonia consigo mesmo. Ouvindo o seu coração e os seus anseios.

Em situações difíceis, em que a vontade é de gritar e fugir, se revoltando contra o momento dificultoso, o ideal é voltar-se para si e tomar o silêncio como o mentor das próprias emoções. Desta forma, a serenidade filtrará o que é sentido internamente e você conseguirá perceber o que realmente vale a pena! Faça este exercício, busque ouvir apenas o seu coração e descubra que as respostas tão procuradas, estão bem mais perto do que você imagina!



Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade da autora identificada abaixo.

  0   0

Katie Borteze

Life Coach

Graduada em Psicologia UNISUL SC. Pós-grad. Gestão Empresarial Souza Marques RJ. Pós-grad. Psicodrama Pontifícia Universidade Católica PUC SP. Pós-grad. Psicodrama Didata SOPSP-FEBRAP. Pós-grad. Neuropsicologia ALBERT EINSTEIN. PCC Professional Coach e PDC Professional DiSC SLAC . Livros: "A Inclusão do Psicodrama na SOPSP" - "As Dores e as Superações Reveladas nas Mídias Sociais"