A busca incansável nos tempos de hoje é pela figura de um líder / gestor que esteja engajado não apenas com o conhecimento técnico que lhe é desejado, mas principalmente na sua capacidade de absorver, conduzir e solucionar situações cotidianas que se tornam cada vez mais dinâmicas e multifacetadas, relações humanas.

Como seria então esse profissional dos tempos modernos? Primeiramente devemos destacar a diferença entre um líder gestor e um chefe. Essa última designação, em seu mais puro significado, está ficando ultrapassada. Hoje, um líder deve saber ouvir com muita atenção, praticar a escuta atenta e estar ligado em todas as variáveis possíveis, sejam internas ou externas à sua organização. Esse líder precisa utilizar o poder pleno de sua equipe, focando nas decisões estratégicas e delegando ao seu time as decisões táticas.

Um líder assertivo deve ter a postura confiante, jamais se deixando levar pela emoção ou pelo calor do momento. Tomadas de decisões devem ser baseadas em fatos e estudos, sendo que interferências destrutivas como "conversas" e boatos não podem ser digeridas. A comunicação entre os membros da equipe deve ser efetiva.

O foco na solução do problema e a consequente busca por ele leva ao sucesso, mas o líder deve evitar algumas ”pegadinhas”. Agir de forma precipitada, achar que sozinho detém todo o conhecimento, não recorrer à sua equipe, dentre outras ações, podem levar ao fracasso. Sempre há o tempo certo para a tomada da decisão, não a tome sem antes conhecer os possíveis cenários e tê-los avaliados.

Adicionalmente podemos dizer que um líder / gestor de sucesso sabe muito bem utilizar seu tempo e se organizar. Evitar a procrastinação é uma de suas virtudes. Como ferramenta de controle, o planejamento e o cronograma de atividades são fundamentais para a boa condução das entregas.

Podemos concluir que o gestor do momento é aquele que possui a capacidade de somar todas as habilidades supracitadas e conduzir como um maestro sua equipe. Somar conhecimento técnico com habilidades interpessoais o torna o tão sonhado líder e gestor Coach. As mudanças na maneira de liderar devem acompanhar a evolução das relações interpessoais. Assim disse Peter Drucker, guru da Administração, “Se você quer algo novo, você precisa parar de fazer algo velho”. Trata-se de um tremendo desafio para um mundo corporativo cada vez mais dinâmico e conectado.