Treinamento e educação estão sendo vistos como uma ferramenta estratégica para nações e organizações, pois existem muitas evidências de que todos os investimentos gastos em treinamentos estão retornando como forma de aumento de lucratividade. E em momentos de crise, quem não quer lucrar?

Para que fique mais claro, digo que, os principais objetivos do treinamento são: aprimorar desempenho, maximizar a produtividade e, incrementar, positivamente, as relações interpessoais. Para alcançar estes objetivos, é preciso potencializar as capacidades do indivíduo, Ou seja: INVESTIR EM DESENVOLVIMENTO HUMANO!

Essa capacitação deve ter como prioridade qualificar o indivíduo para uma oportunidade de um desenvolvimento contínuo de suas competências profissionais.

Uma forma muito eficaz de desenvolver pessoas de forma eficiente é através do Coaching. Este, tem como objetivo principal o autodesenvolvimento e o autoconhecimento, além de aumentar a performance e produtividade, entre muitos outros benefícios.

O treinamento não deve ser feito de qualquer forma somente porque é utilizado para uma área mais técnica. Muito pelo contrário, senão gasta-se tempo e dinheiro para que o treinamento ocorra.  Treinar por treinar não leva a nada. Todo o treinamento tem e deve ter uma meta a ser cumprida, e seus resultados devem relacionar-se com esta meta ou objetivo. Isto se chama treinamento por resultados, pois compara os custos do treinamento com os resultados alcançados através dele, é a relação conhecida como custo e benefício.

 O treinamento deve ser compreendido como um meio, e não um fim. É um meio para se chegar a um fim, mas não ao final. Treinar pessoas não significa somente ter um setor de treinamento porque a empresa decidiu isto. O principal alvo do treinamento é o desempenho do funcionário treinado. É para isto que são feitos todos os esforços para que o treinamento ocorra. Mas é preciso que haja os resultados, caso contrário, todo o desempenho em si não terá significado algum. Este deve ser o resultado ao final de um treinamento: aumentar a contribuição das pessoas para que se alcance os resultados esperados pela organização. Afinal, gestão não é apenas desempenho, mas sim, desempenho com resultado.

De uma forma mais ampla, a organização funcionando como um sistema aberto recebe os recursos humanos, processa-os por meio de influenciação, provoca a aprendizagem e procura deixá-los da forma mais adequada a alcançar seus objetivos.

É muito importante que as organizações compreendam como é fundamental a valorização do investimento em T&D (Treinamento e Desenvolvimento), pois é essencial para que a organização possa manter e/ou ampliar a sua vantagem competitiva no mercado de trabalho, já que as empresas perceberam que a força para crescer está nas pessoas, que eram utilizadas de forma inadequada, visto que eram pouco motivadas em seu ambiente de trabalho.

Desde então, notou-se que a motivação é algo benéfico para a organização como um todo, pois os funcionários sentem-se mais felizes em sua rotina de trabalho e levam este entusiasmo para a sua vida pessoal; e para a organização, que ganha em diversos aspectos, desde a produção, na continuidade e na qualidade dos serviços prestados.

Com a ferramenta de T&D funcionando de forma adequada, pode-se alcançar os objetivos da organização de forma mais rápida e eficaz, pois um funcionário treinado, desenvolvido e preparado para assumir o seu cargo é muito mais motivado do que um empregado que chega para trabalhar no seu local de trabalho e não conhece a rotina a qual fará parte. O clima de insegurança e medo dá lugar para um clima de alegria, segurança, motivação e determinação.

 O mundo está mais competitivo e o ambiente cada vez mais mutante. A cada dia surgem novas tecnologias, novos métodos e processos de se fazer as coisas. Só sobreviverá quem tiver competências para fazer as coisas de acordo com essas novas exigências do mercado, sejam os indivíduos ou as organizações. Investir no trabalhador se torna uma necessidade para sua permanência no mercado e para fidelidade de seus clientes. Por esta razão as organizações devem privilegiar o investimento em recursos humanos, pois com as ferramentas do treinamento, a empresa e os empregados estarão trilhando para o caminho do sucesso.

Assim sendo, acredito que o investimento no setor de Treinamento e Desenvolvimento é algo de grande valia para todos que fazem parte desta organização, onde tal investimento gera certamente ganhos em diversos setores, ainda mais se tratando da questão de produção e qualidade do produto final.