Abaixo seguem sete dicas que irão te orientar sobre como realizar o seu planejamento estratégico:

Olhe para o futuro próximo
Quem ainda não tem muita experiência em planejar, deve ter bem claro que o planejamento estratégico não deve ser pensado para um futuro muito distante. Isso só fará com que você perca tempo e energia, além de não ter resultados palpáveis, o que poderá desmotivá-lo. Concentre-se em períodos menores, um, três e cinco anos. Assim você terá informações mais precisas para trabalhar.

Coloque tudo no papel
É preciso que você documente tudo o que está em sua cabeça, assim será mais fácil identificar possíveis oportunidades e riscos. Defina os objetivos a serem atingidos, estabeleça prazos para isso e indique as ações necessárias e os responsáveis por alcançá-las. Tenha sempre como norte a missão principal do seu negócio.

Vamos por partes
O objetivo é um só, mas cada área tem suas próprias rotinas e atividades, portanto, pense em cada aspecto do seu negócio: marketing, vendas, produção, finanças, etc. Atribua metas tangíveis para cada um deles.

Analise o ambiente externo
Transforme sonhos em realidade
O ambiente externo também influencia seu negócio. O aumento do preço da matéria-prima, a taxa de juros para empréstimos ao consumidor, o crescimento ou retração da concorrência, tudo isso pode afetar seu negócio. Portanto, esses elementos não podem ficar de fora da equação.

Avalie o ambiente interno
A equipe e os procedimentos internos do negócio também devem ser fonte de investigação. Isso serve para que você descubra quais são as qualidades e o que deve ser melhorado.

Formule a estratégia
Com todos esses dados em mãos, formule a estratégia que será adotada, deixe os funcionários e/ou parceiros cientes de cada passo que o seu negócio vai dar. Faça, também, com que eles participem da implantação das estratégias para que os objetivos sejam alcançados mais facilmente. Quando o colaborador se sente parte da equipe, trabalha mais satisfeito e traz melhores resultados.

Entenda que o processo é dinâmico
De nada adianta elaborar todo esse planejamento e deixar o plano estratégico na gaveta. Outro erro é achar que o que está escrito no papel não pode ser mudado. De tempos em tempos – de preferência períodos não muito longos – você precisa analisar e mensurar os resultados para fazer possíveis correções de rota.



Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade da autora identificada abaixo.

  0   0

Silvia Bez

Master Coach

Compôs a liderança comercial de empresas multinacionais e nacionais. Trabalhou em empresas como: Banco Bradesco, Ponto Frio, Ambev, Brasilbrokers. Com mais de 30 anos de experiência em vendas já atendeu com treinamentos e palestras mais de 3 mil pessoas, levando-as com maestria,através da Paixão em Vender, ao sucesso pessoal e profissional.