Quer mudar de emprego em 2013? Siga sete passos para se dar bem

Antes de mudar de emprego, avalie se uma conversa com o chefe não seria suficiente para melhorar suas condições de trabalho na empresa atual

Trocar de emprego está no topo da sua lista de promessas para 2013? Fazer essa mudança é um processo que merece calma e atenção. "Um profissional só entra bem em uma empresa se saiu bem da anterior. Chegar escondendo o que deixou para trás não é bom", diz Sulivan França, presidente da SLA Coaching (Sociedade Latino Americana de Coaching). Saiba como garantir uma transição transparente e sem traumas para você e para o futuro ex-chefe:

 1. Entenda o que quer

Antes de decidir deixar o emprego, identifique a razão de sua insatisfação. Às vezes, uma conversa franca com o chefe resolve o problema e poupa você das burocracias envolvidas em qualquer mudança. Mas só faça isso se tiver uma boa relação com ele. "Se o profissional sempre teve abertura para expressar seus pontos de vista, pode falar", diz Denise Manfredi, consultora e professora do Insper, instituição de ensino e pesquisa nas áreas de negócios e economia. Mas prepare-se para fundamentar suas reivindicações.

"Diga ‘daqui a dois anos quero estar em tal ponto’ ou ‘gostaria de ser desenvolvido para isso’. Se quer um aumento, aponte os retornos que já deu ou há quanto tempo não recebe uma promoção", exemplifica Denise.

Ter clareza dos próprios objetivos também é fundamental para quem chegar à conclusão de que precisa mesmo trocar de emprego. "As pessoas normalmente sabem o que não querem, mas não conseguem dizer o que buscam. Assim, correm um risco grande de se decepcionarem também no novo trabalho", afirma França.

Se tiver dificuldades em identificar o que procura, converse com pessoas em quem confie. "Trocar informações ajuda nessa reflexão", explica Gisleine Camargo, gerente da área de People Change da KPMG no Brasil.

 2. Escolha para onde quer ir

Pesquisar sobre as empresas que interessam a você diminuirá os riscos de se frustrar com a mudança. De novo, tenha em mente o que quer. "Se busca remuneração imediata, ir para uma empresa que prefere investir na formação de seus profissionais talvez seja um tiro no pé", diz Gisleine Camargo. Então, converse com funcionários e ex-funcionários dessas organizações, leia notícias sobre elas em jornais e na internet.

Assim que souber para onde quer ir, busque entre amigos (e amigos de amigos) um contato em cada uma delas. Essas pessoas poderão falar bem de você ao novo chefe ou indicar para quem enviar o currículo. "A empresa só conhece o profissional com esse documento nas mãos", diz Gisleine. No e-mail, apresente-se da maneira adequada. Uma mensagem dizendo ‘pesquisei sobre a companhia, sei que ela passa por um momento assim e me identifico com vocês’, por exemplo, é bem mais forte do que apenas ‘segue o currículo’.

3. Seja discreto na busca

Enquanto estiver sondando outras empresas, não revele a ninguém, nem aos amigos. "Às vezes, as pessoas comentam com as outras pensando que estão ajudando", diz Denise Manfredi. Saber que você está procurando um novo emprego pode desagradar o chefe atual e causar um mal-estar. Também evite sair no horário do expediente para fazer testes ou entrevistas. Muitas empresas aceitam negociar esses compromissos quando estão contratando. Se não houver jeito e você precisar se ausentar, vale recorrer a uma desculpa. "O trabalhador tem direito a uma ausência sem justificativa", diz Telma Guido, consultora de transição de carreira da Right Management.

4. Diga a verdade na entrevista

Mentir para impressionar o novo empregador está fora de questão. Na entrevista de emprego, avise sobre compromissos que já tenha assumido, como uma viagem de lua-de-mel, e sobre situações inadiáveis, como uma gravidez. "Já vi casos de profissionais não deixarem isso claro e começarem mal. Com informações imprecisas, rompe-se a confiança," diz França.

5. Desconfie de ofertas generosas demais 

Recebeu uma proposta incrível? Avalie com cautela. Segundo Sulivan França, são raros os salários mais do que 10% maiores do que os outros do mercado. Quando a nova empresa oferecer algo muito diferente do que você tem, o melhor é investigar. "Primeiro, porque você pode não conseguir entregar o que estão esperando. Segundo, porque se a remuneração é muito maior, isso terá um preço," diz Gisleine. As tarefas que o profissional desempenhará no novo emprego têm de estar claras.

6. Comunique ao chefe

O chefe tem de ser o primeiro a saber da sua saída: se for informado dos seus planos por terceiros terá razão em se sentir traído. Mas atenção: marque essa reunião com ele depois –e só depois– que tiver a confirmação de sua contratação, para não ter de voltar atrás se tudo der errado. Na conversa, ressalte os aspectos positivos que aquele trabalho teve em sua carreira. "Não é hora de falar sobre problemas. Se a pessoa ficou em uma empresa por determinado tempo é porque achou que valia a pena", diz Telma Guido. E nada de fazer jogos. Levar para a chefia uma proposta que recebeu só para valorizar seu passe pode ter o efeito contrário. A tendência é essa atitude ser percebida como chantagem e o clima azedar.

7. Dê um tempo para a mudança

Dar um prazo para a empresa se adaptar à sua saída é importante. "O ideal é o profissional negociar com o novo empregador pelo menos 15 dias", diz Telma. Nesse período, você poderá ajudar na busca de um sucessor e transferir trabalhos e responsabilidades para ele. Uma alternativa para quem não quer ou não poderá cumprir o aviso prévio é pagar uma indenização –o valor está estipulado no contrato. Também é possível negociar para trabalhar meio período em cada empresa até poder deixar o agora antigo emprego. De qualquer forma, já chegue para a conversa com o futuro ex-chefe sabendo quanto tempo mais poderá ficar. Assim, você evita surpresas desagradáveis de um lado e de outro e pode dar o próximo passo em sua carreira com a certeza de estar deixando para trás as portas abertas.

Fonte: Site UOL



Compartilhe

SLA Coaching na Internet

VER MAIS

Contato

Telefone e E-mail

+55 (11) 3670-1770
info@slacoaching.org

A Elite do coaching na palma da sua mão

Baixe nosso aplicativo nas plataformas IOS e ANDROID

Redes Sociais

Acompanhe a SLAC em nossos canais e fique por dentro das novidades.

Te Ligamos