Serviço de coaching é alternativa para desenvolver talentos

Especialistas orientam profissionais a atingir melhores resultados em suas carreiras

De início, a palavra coach remete ao treinador de um time de futebol. Mas preparar alguém para um desafio não é algo destinado apenas a atletas. Há também um especialista que orienta profissionais a atingir melhores resultados em suas carreiras. A psicóloga Marcia Rezende, diretora do Instituto Saber, trabalha com coaching há quase 10 anos e fala sobre o tema:

Pergunta – O que é um serviço de coaching?

Resposta – É um processo novo. No Brasil, ele tem mais ou menos oito anos. A palavra vem do inglês, significa treinador e também tem a ver com carruagem. O processo é um transporte, de fato, no qual você se aproxima dos seus talentos e sai de um estado que, às vezes, é limitante, em que não se desenvolveram ainda algumas competências de maneira eficiente ou adequada. O processo facilita o acesso desses talentos que todos nós temos, mas que muitas vezes se perdem por várias razões.

Pergunta – Esse serviço é indicado para qualquer profissional?

Resposta – Existe um coaching para cada profissional. Tem, por exemplo, o coaching executivo, que é um dos mais comuns. E também o coaching de carreira, que auxilia o estudante a desenvolver um projeto e também serve para a pessoa de 45 anos que queira fazer uma transição em sua carreira.

Pergunta – Quanto tempo dura o processo de treinamento?

Resposta – De 12 a 24 encontros. Levantamos competências gerenciais, como comunicação, trabalho em equipe e planejamento. E também competências comportamentais, como ambição, flexibilidade e percepção de realidade. Então, dessas competências, selecionamos um número específico para trabalhar. Depois, mensuramos essas competências para verificar exatamente a efetividade do processo.

Pergunta – Como funciona?

Resposta – Se uma pessoa se envolve muito em uma situação e isso compromete seu processo decisório, por exemplo, ela acaba ficando um pouco parcial. Então, nesse caso, nós vamos usar estratégias em que ela pratique esse distanciamento. Ela vai pensar de uma forma diferente, vai imaginar de uma forma diferente, enfim, ela vai passar por uma série de processos neurais, com a orientação do profissional, para agir de uma outra forma naquela mesma situação.

Pergunta – Dá para prever a aposentadoria com o coaching?

Resposta – Sim. O processo de coaching é muito eficaz para a pessoa que vai se aposentar e não sabe o que vai fazer. Ele ajuda a pessoa a ver o que ela pode fazer de diferente, mesmo não estando no mercado formal. É muito difícil para uma pessoa que ficou ativa durante praticamente 65 anos de sua vida, de repente, ter de parar e ficar em casa de pijama.

Pergunta – A pessoa não cria uma dependência ao buscar um coach?

Resposta – O processo de coaching entrega a ferramenta, mas o talento é da pessoa. O objetivo é que a pessoa caminhe cada vez mais sozinha. O coach é simplesmente um facilitador.

Um coach para chamar de seu

Como há coaches de sobra no mercado, é preciso cautela na hora da escolher o profissional para auxiliar seu desenvolvimento. Quem faz o alerta é Sulivan França, presidente da Sociedade Latino-Americana de Coaching (Slac):

– A formação em uma entidade internacional tem muito valor nesta área. O coaching nasceu nos EUA, e é preciso que o futuro coach tenha contato com profissionais oriundos deste e de outros países.

Para o presidente da Slac, o coach deve ter ainda outras características, tais como:
Saber ouvir o cliente sem pré-julgamento
Nunca aconselhar
Não prometer resultado que não possa ser atingido
Guardar sigilo absoluto sobre o que ocorre na sessão
Agir com ética e profissionalismo

Fonte: Zero Hora



Compartilhe

SLA Coaching na Internet

VER MAIS

Contato

Telefone e E-mail

+55 (11) 3670-1770
info@slacoaching.org

A Elite do coaching na palma da sua mão

Baixe nosso aplicativo nas plataformas IOS e ANDROID

Redes Sociais

Acompanhe a SLAC em nossos canais e fique por dentro das novidades.

Te Ligamos